sexta-feira, dezembro 28, 2007


Subscribe to feed
O ano da sabedoria
dezembro 27, 2007 in Deu no que deu | No comments



Já se perguntou por que fracionamos o tempo? Por que o dividimos em pedaços de tempo? Milênio, década, ano, mês, semana ou dia? Veja. Não só contamos o tempo: quantos anos ou meses? Faltam quantos minutos para o novo ano? Além de contarmos o tempo, nós o dividimos em pedaços com nome. Pedaços que significam. Mas o tempo por si só é indiferente ao nosso calendário. O tempo passa sempre e irresistivelmente. Não interessa se mudou o mês, se acabou a semana, ou se inicia um novo ano. Por que, então, organizamos o nosso modo de lidar com o tempo dividindo-o em frações com nome?

Arrisco uma resposta. Porque somos carentes de sabedoria. O tempo passa com a força que nada ou ninguém pode detê-lo. Minucioso e implacável. Aconteça o que acontecer. Mas nós não podemos aceitar que ele passe sem sentido, sem significar algo. Que ele venha sem que nós possamos esperar um futuro melhor. Que ele passe e nós não possamos nos despedir do que foi ruim. Que ele siga em frente e nós fiquemos com as mãos vazias, ou será com a alma vazia?

Há duas maneiras de dar significado ao tempo. Uma é iludi-lo. Tentar passar a perna no tempo. Tentamos trapacear o tempo quando fingimos que o passado não foi importante. Vejo isso acontecer quando alguém sugere renunciar o passado ou simplesmente esquecer tudo e seguir em frente. Quem tenta trapacear empurrando para debaixo do tapete o que passou, descobre tarde que o passado tem o poder de estar sempre e amargamente presente quando não é assumido. Outra forma de tentar trapacear o tempo é o otimismo ingênuo. No próximo ano tudo será bom, tudo dará certo! Basta ter fé. Basta orar com força. Basta acreditar e tudo será um céu de brigadeiro e um mar de almirante! Não demora muito e se descobre que o novo ano envelhece rápido e os problemas não tratados se repetem como em uma ladainha. Não adianta ter fé, orar com força ou ser otimista se as causas dos problemas e vícios não forem enfrentadas.

A outra maneira de lidar com tempo é a sabedoria. É disso que fala o poeta no Salmo 90: ensina-nos a contar os nossos dias para que alcancemos um coração sábio. A sabedoria não chama de belo o que foi feio, nem finge que o mal não aconteceu. Também não se engana com o futuro. Sabe que a vida continua sendo uma mistura de aflição e prazer. Que há coisas que melhoram e coisas que pioram. Mas não se rende a um conformismo suicida. Olha para o que passou e aprende. Olha para o futuro como um tempo não definido e toma as decisões que importam.

Tenho compartilhado com alguns amigos uma impressão sobre o ano de 2007. Talvez o ano mais difícil e dolorido dos vinte e seis da história da Betesda. Acredito que o ano de 2007 ainda será o ano mais importante de nossas vidas. O ano em que nossas ilusões desmoronaram (e é sempre muito melhor viver sem ilusões). Em que o discurso prepotente de uma jovem igreja teve que dar lugar a uma confissão de fraqueza. Em que as pretensões de gigantismo, vaidosas e distantes do Reino proposto por Jesus Cristo, cederam lugar para projetos mais afetivos e modestos, que se parecem muito mais com o modo como Ele andou entre nós.

Zuenir Ventura escreveu uma obra que relata os acontecimentos terríveis da Ditadura Militar no ano de 1968, o tema escolhido é significativo: “1968, O Ano Que Não Terminou”. Não terminou porque repercutirá para sempre na história do povo brasileiro. Ouso dizer que 2007 é um ano que não pode acabar. Ele precisa continuar em nossas vidas. Não como um remorso, ou como uma ferida aberta. Nem como um demônio a ser exorcizado. Mas como uma presença redentora. Um ano crucificado. Um ano em que aprendemos a morrer para descobrir o que realmente é viver. Um ano debaixo do sangue do Cordeiro. Não um ano para tirar lições, chega de reduzir a vida à doutrina, mas para arejar nossa humanidade. O ano que nos terá inspirado a amar mais e esperar menos. A lamentar menos e cuidar mais. A abraçar mais e avaliar menos. A doutrinar menos e crer mais. A fazer menos e ser mais. A estender mais a mão e prometer menos. Mais vida e menos estratégias. Mais misericórdia e menos religião. Mais Betesda e menos denominação.



Um 2008 com menos expectativas e muito mais Graça para todos,
EM PÉ NOVAMENTE

A história tem demonstrado que os mais notáveis vencedores freqüentemente encontraram dificílimos obstáculos antes dos seus triunfos. Eles finalmente venceram porque se recusaram a se desencorajar em função dos seus fracassos. B. C. Forbes

É simplesmente impossível você evitar certos retrocessos nesta vida. Certos tropeços e eventuais quedas são inevitáveis. Porém, você pode estabelecer a prioridade de se recuperar o mais rapidamente possível e voltar à ativa. Em todo e qualquer significativo esforço sempre haverá interrupções, desapontamentos e, até mesmo, eventuais desastres.

A sua convalescença dependerá, em grande escala, daquilo que você irá decidir fazer. O tempo e a energia que você gastar em murmuração, ira e auto-piedade só servirá para prolongar o período das conseqüências desastrosas da queda e retardar ainda mais o processo de recuperação.

Aceite o fato de que os retrocessos virão mesmo; e quando eles chegarem tome a decisão de sobrepujá-los colocando-se em pé o mais rápido possível. Busque algo positivo dentro de cada um desses eventuais retrocessos, porque isso o ajudará tremendamente a ajustar seu foco novamente em direção ao seu alvo.

Tanto vencedores como derrotados – ambos – tropeçam e eventualmente caem. Os vencedores são aqueles que se levantam rapidamente e continuam seguindo em frente.


DESEJO A TODOS MEUS AMIGOS E IRMÃOS EM CRISTO,2008 DE MUITA PAZ E BENÇÃO NA PRESENÇA DE DEUS.ADIANTE COM CRISTO NO CORAÇÃO.OREMOS,CONSAGREMOS E OBEDEÇAMOS A PALAVRA EM TODA AS SUAS PALAVRAS ISSO É BENÇÃO. Asnan Oliveira....Crendo no Poder de Deus Sempre.

Natal de Perdão




Samuel Câmara

Pastor da Assembléia de Deus em Belém



As famílias não estão isentas de conflitos interpessoais. Em qualquer comunidade social cada ser é diferente e tem seus próprios problemas que voluntária ou despercebidamente afetam as relações com os demais. As diferenças de personalidade e caráter são desafios para manter a paz e a unidade familiar.

Às vezes, esquecemos facilmente os nomes de pessoas, datas e compromissos, mas mantemos bem viva a lembrança de ofensas e conflitos. Dizemos que perdoamos, mas quando enfrentamos o ofensor, a dor se reflete em nossas reações e até no tom de voz. Não é fácil perdoar e, com o perdão, esquecer o fato.

Quando Jesus recomendou o perdão como remédio eficaz para restaurar laços quebrados, o fez convicto de que nenhuma atitude é mais apropriada para desfazer ressentimentos, mal entendidos, inimizades e discórdias que o perdão. Há, todavia, muitos que recomendam a vingança e o ódio como alternativa correta e, assim procedendo, ajudam as pessoas a manterem o rancor incrustado no coração com resultados catastróficos na convivência diária.

Em Jesus, encontramos modelo e ensinamentos diferentes, difíceis, porém verdadeiros para fortalecer as relações familiares. Pedro, o apóstolo, perguntou-lhe certa ocasião: “Senhor, quantas vezes devo perdoar a meu irmão, que me faz algum mal?” Jesus respondeu prontamente: “Não só sete, mas setenta vezes sete” (Mt 18.21-24). Com isso, o Senhor Jesus indicou que não há limites para perdoar.

Na oração do Pai Nosso, Jesus ensinou: “Pai nosso, que estais no céu, santificado seja o teu nome. Venha a nós o teu reino. Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu! O pão nosso de cada dia, dá-nos hoje. Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos nossos ofensores” (...) “Porque, se perdoarmos aos outros que nos ofendem, também Deus nos perdoará a nossas ofensas. Se, porém, não perdoarmos aos outros, tampouco Deus nos perdoará” (Mt 6.9-15).

Quando, pois, exercemos o perdão, melhoramos nossa qualidade de vida pessoal, espiritual e familiar. Nosso corpo não foi criado para guardar rancor e ódio. O mau humor, e também a ausência de alegria, de amor e paz trazem graves conseqüências sobre o corpo físico, principalmente sobre o sistema nervoso e digestivo, mina a força e a motivação para admirar e amar a vida.

A consciência e prática destes procedimentos ajudarão, em muito, na melhoria da qualidade de vida pessoal e familiar. Seu exercício cotidiano neste sentido o fará cheio de esperanças e ideais para sua família. Ainda que pareça tarde, tente! Mesmo que já não exista motivação para sua família se manter unida, insista mais um pouco. Construa ou restaure sua família com laços de amor e de perdão neste Natal.

O Natal representa a vinda de Jesus a este mundo para nos ajudar a entender melhor as pessoas e poder amá-las e perdoá-las, assim como desejamos que os outros procedam conosco.

Neste cenário de luzes que cintilam por todos os lugares, desde os mais finos palácios e mansões até aos barracos mais humildes, lembremo-nos de que Natal é mais que troca de presentes, mais que fartas refeições e desregradas diversões.

Natal é paz. É reconciliação. É família unida. É Jesus nascendo e sendo convidado para fazer parte da nossa história e vida.

Faça deste Natal um Natal de perdão.

sexta-feira, dezembro 21, 2007

AS MESMAS VINTE E QUATRO HORAS

Uma hora hoje vale duas amanhã. Thomas Fuller

T odas as pessoas, não importa se ricas ou pobres, famosas ou sem fama, poderosas ou sem poder, têm exatamente vinte e quatro horas em cada dia. A diferença entre sucesso e mediocridade não está no tempo que temos à nossa disposição, mas sim em o que fazemos com esse tempo.

A esta hora, amanhã, você poderá estar no mesmo lugar em que está hoje. Ou talvez você possa estar vinte e quatro horas à frente na sua jornada rumo à concretização dos seus sonhos. Tudo depende da maneira como você está gastando essas vinte e quatro horas. Elas passarão – essa é uma fatalidade – quer você queira ou não.

Agora, é um momento cheio de oportunidade, porque agora, neste momento você pode decidir fazer uma diferença. Pela graça, bondade e misericórdia de Deus você pode começar agora a encher o seu dia com um positivo olhar e um disciplinado esforço rumo às suas realizações. E amanhã, quando você olhar para trás, ficará abismadamente surpreso ao ver quanto você realizou.
AOS MEUS FAMILIARES E AMIGOS......


Venho com muita Alegria,Deseja a Todos Meus Sinceros votos de Felicitações e Bençãos constantes no Proximo Ano....2008........Deus é Fiel....!!!!!!Sucesso.....!!!
DIGA NÃO A MUMURAÇÃO.Sem lenha, o fogo se apaga; e, não havendo maldizente, cessa a contenda. Como o carvão é para o fogo, assim é o homem contencioso para acender rixas. Pv 26.20,21. Jesus fez uma afirmação notável com relação a Judas: "Não vos escolhi eu em número de doze? Contudo, um de vós é diabo". Ele quis dizer que Judas, o filho de Simão Iscariotes, um dos doze, iria traí-L o (Jo 6.70,71). A que Jesus estava referindo-se ao identificar Judas Iscariotes como "diabo"? Será que Ele estava falando no sentido figurado ou factual? Será que Jesus está dizendo que um ser humano pode não apenas "ter" um espírito maligno em sua alma, mas também de fato tornar-se um demônio?

1. A MALEDICÊNCIA

Alguns ensinam que Judas foi tão possuído por Satanás que de fato perdeu sua humanidade. Antes de aceitarmos essa interpretação, lembremo-nos de que, após este apóstolo caído ter entregado Jesus, sentiu tamanho remorso por ter traído Cristo que cometeu suicídio. Será que um demônio poderia sentir remorso pelo pecado? Acho que não. Acredito que Jesus tenha chamado Judas Iscariotes de "demônio" em virtude de algo que, hoje em dia, existe entre muitos cristãos: a maledicência. No Novo Testamento, a palavra grega diabolos, traduzida como "diabo", é traduzida em outra parte como "falso acusador", "caluniador" ou "maldizente". Na verdade, tanto lTimóteo 3.11 quanto 2Timóteo 3.3 traduzem diabolos como "maldizente" e "caluniador". Em outras palavras, na minha opinião, Jesus não está dizendo "um de vós é diabo" em um sentido orgânico ou teológico, mas que um de vós é "um caluniador, um maldizente". Por isso, enquanto os discípulos estavam alardeando sobre sua lealdade a Cristo, Jesus os corrigiu, dizendo: "Sim, eu vos escolhi, mas até entre vós há alguém que é maldizente, cujas palavras eventualmente me entregarão aos meus inimigos".

2.NOS ÚLTIMOS DIAS

O problema da maledicência e da calúnia na igreja, Paulo nos diz, continuará até o fim dos tempos. Leia cuidadosamente o que Paulo escreveu a Timóteo a respeito dos últimos dias: "Os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínio de si, cruéis, inimigos do bem" (2Tm 3.2,3). No meio desta lista de grandes pecados de apostasia, o apóstolo inclui" caluniadores". Esta é exatamente a mesma palavra traduzida como" diabo" em João 6.70. Talvez, você conheça pessoas que sempre têm algo negativo a dizer sobre os outros, sempre trazem para as conversas informações negativas sobre as pessoas. Oro para que o Espírito Santo nos revele o quanto a "maledicência" é familiar ao próprio Satanás! As Escrituras dizem que seremos justificados ou condenados por nossas palavras. Sim! Nossas palavras, até mesmo as ditas em segredo para o cônjuge ou um amigo sobre outras pessoas, são usadas por Deus para medir nossa obediência à Sua vontade. Tiago diz: "Se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão" (Tg 3.2). As palavras têm poder. A Escritura revela que" a morte e a vida estão no poder da língua" (Pv 18.21). Nossas palavras, expressas como confissão de fé, trazem-nos salvação. Todavia, as palavras destituídas de fé podem levar a nós mesmos e aos outros à destruição e ao desgosto. Tiago 3.8 alerta: "a língua ...é mal incontido, carregado de veneno mortífero". "A língua", diz ele, "é fogo; é mundo de iniqüidade" (v. 6). Veja cuidadosamente como Tiago revela um pensamento mais profundo. Ele diz que a "língua não só põe em chamas toda a carreira da existência humana, como também é posta ela mesma em chamas pelo inferno" (v. 6). Satanás consegue acesso ao nosso mundo, a fim de destruir tudo o que é bom e santo neste mundo, pela nossa língua! A existência humana, a direção e a qualidade de nossa vida são "postas em chamas pelo inferno" pelas palavras que pronunciamos! Se falamos coisas negativas ou calúnias contra alguém, o fogo destruidor do inferno é aceso por meio de nossas palavras! Senhor, ajuda-nos a entender o poder de nossas palavras! Creio que Deus quer romper o poder da calúnia e das palavras negativas ditas na igreja! Podemos ter uma análise perfeita do que é errado e por que é maligno e, mesmo assim, se nos restringirmos a falar a respeito, temos de negar nossa lealdade ao inferno. Deus nos chama para sermos uma casa de oração para todas as nações - uma comunidade espiritual madura, completamente capaz de ver o que é errado, mas de posicionar-se para liberar a redenção ao mundo.

3. SE PAULO VISITASSE NOSSA IGREJA HOJE

Imagine se o apóstolo Paulo viesse até uma típica cidade de nosso tempo. Você sabe o que ele poderia dizer sobre nossas divisões? Provavelmente, diria o que disse aos coríntios: "Temo, pois, que, indo ter convosco (...), haja entre vós contendas, invejas, iras, porfias, detrações, intrigas, orgulho e tumultos" (2Co 12.20). Isso faz com que você se lembre de alguma igreja? Intrigas? Invejas? Orgulho e tumulto? Como podemos chegar a Deus com estas coisas existindo entre nós? Acredito que Deus queira dar à igreja uma nova forma de chegar-se a Ele. Entretanto, não podemos tomar posse do futuro a menos que deixemos, primeiro, o passado. Talvez, você esteja pensando: "Fulano deveria ouvir tudo isso". Sim, mas espero que comecemos por nós mesmos. Os pastores devem parar de falar mal das pessoas; precisam parar de "deixar escapar" problemas com as pessoas durante os sermões que fazem. Os intercessores devem parar de caluniar as pessoas pelas quais deveriam estar orando. Se discutimos o que é errado durante dez minutos, oremos pela redenção durante 20, De que forma você reage às imperfeições da vida? Você maldiz? Quando você ouve falar do fracasso de alguém, é rápido para espalhar a notícia? Se Jesus estivesse olhando para os cristãos com quem você congrega, diria a você o que disse a Seus antigos apóstolos, que "um de vós é maldizente"? Ainda que você não seja maldizente ou caluniador, deve ter cuidado para evitar" comunhão" com caluniadores e maldizentes. As críticas permanecem incubadas. Paulo avisou que "um pouco de fermento leveda a massa toda".2 Se falarmos com os sábios, ficaremos sábios, mas, se abrirmos nosso coração aos cínicos e críticos, passaremos a ser, na verdade, iguais a eles. É por isso que Jesus disse que deveríamos "atentar" para o que ouvíssemos - pois absorvemos qualquer coisa a que prestamos atenção (Mc 4.24). Portanto, não devemos ouvir o maldizente. Quando Deus nos mostra o que é errado na vida, isso acontece para que possamos orar por redenção e não espalhar notícias pela cidade inteira. A oração tem um foco muito positivo. As pessoas munidas do amor de Cristo têm uma visão espiritual que faz com que vejam, além das imperfeições e limitações do mundo presente, o potencial para o futuro - e oram até que aconteça o que vêem. Lembre-se de que nenhum de nós é perfeitamente correto. Toda vez que julgamos alguém, assumimos a posição de sermos julgados também. De fato, continuamente nos inclinamos em direção à nossa fraqueza. Apenas pela graça de Deus deixamos de cair. No momento em que começamos a julgar ou maldizer outras pessoas em virtude de seus fracassos, chegamos mais perto de nossa própria queda. Que nossas ações e palavras sejam movidas pela misericórdia. Se devemos discutir a situação ou o indivíduo, não nutramos malícia ou má vontade. Que a redenção nos guie - e não a vingança. Que não nos tornemos como aqueles que traem a obra de Cristo na terra, mas nos mantenhamos longe do reino da fofoca, das intrigas e calúnias. “O homem perverso espalha contendas, e o difamador separa os maiores amigos” ( Pv 16.28).

sexta-feira, dezembro 14, 2007




As pessoas corresponderão com aquilo que você refletir

Um feliz garotinho soube de uma casa que tinha mil espelhos e decidiu visitá-la. Lá chegando, subiu a escada até a entrada da casa. Olhou através da porta com um largo sorriso, o que deixava seu rosto radiante. Para sua surpresa, deparou com outros mil meninos, todos um largo sorriso e o rosto brilhando. Abriu ainda mais seu sorriso e foi correspondido com mil enormes sorrisos. Quando saiu de casa, pensou: “Que lugar maravilhoso! Voltarei sempre, um montão de vezes”.
Nessa mesma cidade, outro pequeno rapazinho, que não era tão feliz quanto o primeiro, decidiu visitar a casa. Escalou lentamente as escadas e olhou através da porta. Quando viu mil olhares hostis de garotos que o olhavam fixamente, enrugou ainda mais a testa e ficou horrorizado ao ver mil meninos fechando a cara para ele. Quando saiu, pensou: “Que lugar horrível! Nunca mais volto aqui”. Quando falamos em relacionamentos, temos aquilo que damos. As pessoas corresponderão com aquilo que você refletir.
Pense nisso!!

quarta-feira, dezembro 05, 2007

Ha muito legal...foi encontra o Pr Paulo Gutemberg, amigo gente boa que esta com muita Fé e Apto a realizar a obra de Deus.Amigo Sucesso tudo de bom,Deus ha de Abençoa-lo e da Vitória.Viajamos pra rondon e mãe do rio,foi muito bom.vamos a lutar.

segunda-feira, dezembro 03, 2007

Solilóquios da alma

Samuel Câmara
Pastor da Assembléia de Deus em Belém


Certo homem, quando indagado por que sempre conversava sozinho, respondeu: “Tenho dois motivos: primeiro, porque gosto de ouvir uma pessoa inteligente falar. Segundo, porque gosto de falar com uma pessoa inteligente”.

Há esquisitices de todo tipo. Em todo lugar podem ser vistas pessoas que andam pelas ruas profundamente entretidas em seus solilóquios, como se travassem discussões sérias. Não é difícil encontrar crianças falando sozinhas, ou que têm “amigos secretos” que nada mais são que elas próprias. Há quem recorra a práticas excêntricas, como a “terapia do espelho”, quando fala consigo mesmo cara a cara diante do espelho e o “eu” derrama a alma diante de “mim”.

O que importa, afinal, não é só o que as pessoas falam quando conversam consigo mesmas. Importa mais saber que não se pode mentir para si próprio. Mesmo que trave uma luta interna de si para si, quando o “eu” que quer fazer o bem se contrapõe ao “eu” que quer fazer o mal, a consciência estará lá como “juiz”.

Paulo expressou bem isto em sua carta aos romanos: “Porque nem [eu] mesmo compreendo o meu próprio modo de agir, pois não faço o que [eu] prefiro, e sim o que detesto. Ora, se [eu] faço o que [eu] não quero, consinto com a lei, que é boa” (Rm 7.15). Incluímos o [eu] no texto original para indicar que, na briga dos “eu” internos, na medida em que consinto com a lei, acabo me tornando o meu próprio juiz.

O que converso comigo mesmo fala mais de mim do que aquilo que falo de mim mesmo a outras pessoas. Eu me descubro mais a mim mesmo do que o faço a outras pessoas.

Jesus sabia disso. Está escrito que Jesus “não precisava de que alguém lhe desse testemunho a respeito do homem, porque ele mesmo sabia o que era a natureza humana” (Jo 2.25). Por isso Ele fazia perguntas e esperava a resposta, ou seja, que a pessoa saísse de seu “casulo” existencial para depois curá-las de suas mazelas.

Como Ele conhecia essa predisposição humana de conversa do “eu-comigo”, foi contundente quanto à essência desses solilóquios. Ele disse: “O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração” (Lc 6.45).

O que é conversado na intimidade do “eu-comigo” revela o que está em cada coração. Podem ser coisas boas, coisas ruins, coisas sábias, coisas tolas, coisas saudáveis, coisas doentias. O resultado é determinado pelo que está no coração.

Jesus contou a história de um fazendeiro rico que adorava um bom solilóquio. A colheita daquele ano fora abundante, de modo que ele “arrazoava consigo mesmo” e dizia o que tinha de fazer. Como concluiu que tinha bens acumulados para muitos anos, disse a si mesmo: “Descansa, come, bebe e regala-te” (Lc 12.16-19).

Parecia que ninguém estava a ouvi-lo, mas Deus o observava. Então, Deus lhe disse: “Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será?”

Penso que a mensagem de Jesus procura chamar a atenção para o fato de que somos o que pensamos. Quando alguém fala consigo mesmo, está simplesmente “pensando alto”, revelando o que está no seu coração. Se seus pensamentos são maus, você será mau; se seus pensamentos são puros, sua vida será pura.

Jesus alertou para o fato de que uma oração egoísta – aquela que se presta a achar defeitos nos outros em vez de assumir suas próprias falhas – é um simples monólogo. Ele falou que um “fariseu, posto em pé, orava de si para si mesmo”, enquanto se louvava e acusava outro homem (Lc 18.9-11). Mas quem foi justificado foi o outro, não ele.

Fale consigo, pergunte a si mesmo como está sua situação diante de Deus. Pergunte-se onde passará a eternidade. Pergunte se precisa de Deus. Deixe o “eu” responder a verdade. Depois, fale com Deus sobre isto. Ele ouvirá você e ajudará a sua vida.



Você que sabe o que é obra de Deus,pode investir nesse Casal,pois eles sabem o que é obra de Deus e estão fazendo com muita alegria.Sucesso a Familia .



Sucesso Servos de Deus foi muito bom tê-los aqui no Para.Valeu.!


Essa Foto mostar o Plenario da Convenção da COMIEADEPA, realizada de 25 de Novembro a 02 de Dezembro 2007.Uma linda Festa.onde assumiu a Nova Diretoria para Boenio.2008 a 2009. Outrossim destaco Pr Giberto Marques,Presidente.Pr Jaime Pires, 1 vice presidente,Pr Nivaldo 2 vice presidente. e os demais Sucesso a nova Diretoria,avante com a obra de Deus.Outrossim meus amigos Jorge Araujo e Eula Paula e tambem robson de Paula estiveram presente ha o Pr e Cantor Valdomiro Silva...Foi uma Benção...Valeu,.!

sexta-feira, novembro 23, 2007




SAUDADES DE MEU PAI.......PR DANIEL BRAZ DE OLIVEIRA....UM SERVO DE DEUS.....

OTIMO E BELO EXEMPLO A SER SEQUIDO NA CONDIÇÃO DE PASTOR....TEM ALGUNS COLEGAS MEUS QUE TEM O TITULO D PASTOR,MAIS NÃO PASTOREAM NINGUEM,OUTROS TEM ESSSE MESMO TITULO,APENAS PARA SE APARECEREM E FALAREM DELES MENOS DE DEUS, E DE JESUS COMO SENHOR E SALVADOR....CARAMBA....AINDA TEM GENTE QUE PAGAR PRA OUVIR ESSES PICARETAS DE PLANTÃO.....QUE DEUS TENHA MISERICORDIA DESSA RAÇA DE ABESTADOS QUE PENSAM QUE SÃO O QUE NA VERDADE NEM CHEGARAM A SER.É TEMPO DE MANIFESTAR MAIS A JESUS. ELE SIM MERECE HONRAS,GLÓRIAS,LOUVOR......MAIS É SÓ LÊ O LIVRO DE JUDAS E APOCALIPSE QUE SE ENTENDER O PORQUE DISSO.POIS EM OUTRO TEMPO,TINHAMOS O PASTOR CHAMADO.AGORA NÃO...TEM O CHAMADO PASTOR,O PASTOR ELEITOR,O PASTOR PUXADO,E PASTOR DERRUBADOR É AQUELE QUE SÓ SABE FALAR MAL DOS OUTROS...MISERICORDIA.......JESUS MARANATA.......!!!!


SUGESTÕES PARA LER A BIBLIA.


1.LER TODA DE GENESIS A APOCALIPSE

2.COM MEDITAÇÃO

3.PARA TIRAR LIÇÕES PARA NÓS E NÃO PARA CRITICAR OS OUTROS

4.COM FÉ EM SUAS PROMESSAS

5.COM ACEITAÇÃO DE QUE ELA É A PALAVRA DE DEUS.

6.COM PROPOSITO DE PRATICAR.......

LEMBRO-ME DE UMA SERVA DE DEUS,QUE JA DESCANSAR NO SENHOR,IRMÃ EDILENA MARINHO,MULHER DE DEUS...SERVA DO SENHOR....ELA LIA MUITO A BIBLIA,E DENTRE ALGUMAS LEITURAS QUE FIZERA,PELO MENOS TRÊS VEZES A VEZ DE JOELHOS....É MARAVILHOSO ISSO....BELO E LINDO EXEMPLO. SAUDADES SERVA DO DEUS ALTISSIMO.....!!!!

NOVE MARCAS DAS PESSOAS DE FÉ.

1.ACREDITA NA VITÓRIA

2.VOLTAR A ATENÇÃO PARA DEUS

3.DEPENDE DE DEUS

4.OBEDIÊNCIA

5.NÃO É DOMINADO PELO MEDO

6.AS ADVERSIDADES NÃO SÃO ELEMENTOS DE DERROTA

7.VOCÊ NÃO ESTA SÓ

8.DEUS CUIDA DAQUELE QUE NELE CRÊ

9.EM DEUS,A VITÓRIA JÁ ESTA GARANTIDA.......VIVA A VIDA,TENDO FÉ PARA VIVER....!!!!!

MARCAS DA INCREDULIDADE

1.DUVIDAM DAS PROMESSAS DE DEUS

2.TEM MEMÓRIA CURTA

3.VIVEM O AQUI E DO AGORA

4.TEM O FOCO NA IMPOSSIBILIDADE

5.CONTAGIAM QUEM ESTÁ POR PERTO

6.TEM COMPLEXO DE INFERIORIDADE

7.MANTÉM O EGITO DENTRO DE SI

8.MURMURAM,TENTAM A DEUS E SE REBELAM

9.TEM UM FINAL DE DERROTA..... É ASSIM QUE ACONTECE COM QUEM É INCREDULO.!
O PODER DO FOCO

O caminho mais curto para se fazer muitas coisas é o de fazer uma coisa de cada vez. George Santayana

P ara a direção que você encaminhar o seu foco, os seus pensamentos e as suas emoções também caminharão. Da mesma forma, circunstâncias e eventos também seguirão essa mesma direção.

Para que você se mantenha focalizado é necessário fé em Deus, confiança em si mesmo e nas habilidades que o Senhor já lhe deu. Se a sua fé em Deus é nula, e se a sua autoconfiança é fraca, você dificilmente manterá o seu foco.

Lembre-se que você só pode focalizar em uma coisa de cada vez. Foco é como um raio laser. Ele atravessa a escuridão e ilumina os seus pensamentos, emoções e atividades. Se hoje você está atirando em todas as direções

quinta-feira, novembro 22, 2007




O MOMENTO É AGORA

Nunca houve jamais uma pessoa sequer em nossa história, que tenha vivido uma vida fácil, cujo nome vale a pena ser lembrado. Theodore Roosevelt

S e, realmente, você irá fazer as coisas que deseja fazer, então, o momento mais propício é agora. Para que você venha a ser a pessoa que deseja ser, o momento de começar a se tornar naquela pessoa é agora. Se, realmente, você deseja tomar para si as grande e maravilhosas oportunidades que estão ao seu redor, hoje é o momento de começar a usufruir de tal oportunidade.

Uma vida bem sucedida é sua para ser concretizada, mas ela não será simplesmente dada a você sem se importar quem você seja. A sua vida requer de você o seu ativo e participativo compromisso. E agora é o tempo para que isso venha a se concretizar. O passado já está distante e não pode mais voltar à sua frente; o futuro ainda não lhe está disponível. Tudo o que você tem é o agora, e quanto a isso você pode fazer uma grande diferença.

Quais são os seus sonhos, suas ambições, seus anseios de alma? Hoje é o tempo de persegui-los com paixão, disciplina e dedicação. Deus, através da Sua graça e infinito amor, tem pavimentado o seu caminho. Confie nEle e siga em frente com ação, compromisso e propósito. Adiar para amanhã aquilo que você pode iniciar hoje só irá aumentar o seu nível de frustração. Faça, vá em frente. Viva agora. Esta pode ser a melhor oportunidade que você sequer imaginou.

quarta-feira, novembro 21, 2007




"ENTREGAR TEU CAMINHO AO SENHOR,CONFIA NELE E O MAIS ELE FARÁ....."SL 37.5



O TEMPO PASSAR E A VIDA SE VAI.PORTANTO ALÉM DE ESTAR ESPERANDO A VINDA DE JESUS,QUE PODE SER A QUALQUER MOMENTO,NOS DEVEMOS ESTAR PREPARADOS POIS A QUALQUER MOMENTO PODEMOS IR AO SEU ENCONTRO.........O TEMPO PASSAR.............
O MELHOR DA VIDA

Senhor, Tu nos criaste para Ti e o nosso coração estará para sempre inquieto, até que venhamos a descansar em Ti. Santo Agostinho

T ente segurar água em suas mãos e elas vão se esvair rapidamente. Porém, se você se imergir dentro de uma piscina cheia da mesma água, ela vai estar continuamente ao seu redor pelo tempo que você quiser. Com a vida é da mesma maneira. A vida não cabe dentro de suas mãos, e nem pode ser segura pelas elas. Para experimentá-la em sua plenitude, você precisa se imergir dentro dela. É necessário deixar que a vida flua completamente, para que você possa experimentá-la com alegria.

Ao contrario do que é constantemente pregado na nossa sociedade, absolutamente não é necessário possuir para que você venha a desfrutar o melhor desta vida. Mui freqüentemente nós gastamos tempo, esforço, energia e dinheiro tentando possuir aquilo que jamais poderá realmente nos satisfazer.

Quem vive dominado pela ânsia de possuir é como quem tenta segurar água em suas mãos: perde o melhor desta vida. A realidade é que, quando você está livre da necessidade de possuir, você está verdadeiramente livre para deixar que a sua vida flua com alegria.

terça-feira, novembro 20, 2007




POIS É :::JESUS ELE É O AMIGO MAIS CHEGADO QUE UM IRMÃO.AMIGO DAS HORAS CERTAS E DAS INCERTAS, AMIGO DO TEMPO BOM E DO RUIM.SIM JESUS.ELE AMA VOCÊ E DESEJAR SALVAR SUA VIDA.NO SALMO 37.5 DIZ ENTREGAR TEU CAMINHO (TUA VIDA) AO SENHOR,CONFIAR NELE E O MAIS ELE TUDO FARA. HA SIM EM JESUS COMO AMIGO AGENTE PODE CONFIAR.VALEU.!!!!

segunda-feira, novembro 19, 2007

TINHA UMA VIDA COM DEUS MAIOR QUE A VIDA COM A RELIGIÃO.

Lucas começa a história nos contando o que a torna surpreendente. Cornélio era alguém que já amava a Deus antes de se envolver com os aspectos religiosos de amar a Deus. A expressão usada por Lucas não é casual:


“Ele e toda a sua família eram piedosos e tementes a Deus; dava muitas esmolas ao povo e orava continuamente a Deus.” (2)


Isto significava que mesmo sem ser judeu, ele reconhecia e buscava o Deus dos judeus. Mesmo sem ser circuncidado, sem guardar o sábado, sem praticar os ritos do judaísmo, Cornélio era alguém com genuína relação com Deus. Os não judeus convertidos ao judaísmo eram chamados de judeus prosélitos. Os não judeus que buscavam ao Deus dos judeus sem se converterem ao judaísmo eram chamados de tementes a Deus.

Veja, em nenhum momento o texto sugere um fechamento, ou uma negação em Cornélio da religião. Muito menos eu quero dizer algo parecido com isso, o que seria uma enorme contradição, visto ser eu um homem da religião, que sou pastor.

O que a narrativa de Lucas quer que compreendamos é a prioridade que a vivência com Deus tem sobre a vivência com a religião. E o que me assombra é o fato de invertermos essa prioridade com muita freqüência. Isso acontece quando a nossa vida religiosa, ou as programações da religião e suas obrigações se tornam o pouco da nossa vida que tem a ver com Deus. Fora do momento religioso ficamos com poucos vestígios de Deus.

Se meditamos sobre a vida à luz das Escrituras é graças ao momento do sermão;
Se oramos é porque o clérigo o faz coletivamente;
Se temos palavras de gratidão e celebração é porque cantamos na igreja;
Se abençoamos o próximo com palavras e abraços é porque o moço do louvor insiste para fazermos isso;
Se nos emocionamos com as coisas de Deus é porque sempre tem alguém contando alguma história inspirativa.
O que sobra de Deus na minha vida quando não estou nos ambientes da religião? Não seria esse o pior ateísmo? Esse que se veste de crente? No íntimo vive como se Deus não existisse. Quando tira a roupa de crente não sobra nada de Deus. Fora o momento religioso, não há Deus. Esse é o pior e verdadeiro ateísmo.



VEM AI MAIS UMA CONVENÇÃO DA COMIEADEPA.

Pra você que ainda não conhecer.Essa é a sigla,que diz respeito a nossa Convenção Estadual, da Assembleia de Deus no Estado do Pará.Ligado a CGADB,é a primeira Convenção do Brasil.Portanto aos Companheiros e irmãos que irão participar quero desejar as Bençãos de Deus.o periodo é do dia 25 de Novembro a 02 de Dezembro/2007.Sejam Muito Bem Vindos.Vamos Lá.




NOVA PERSPECTIVA

A vida consiste num vivo processo de se tornar. Salmos 97:11

H oje será um dia difícil para você? Pois bem, saiba que, em grande parte, a qualidade do seu dia depende de você: será bom se você fizer dele um bom dia, será ruim se você fizer dele um dia ruim.

Freqüentemente temos a tendência de assumir que coisas como esforço focalizado, disciplina, compromisso e persistência são coisas difíceis e, portanto, devem ser evitadas tanto quanto possível. Porém, isso é apenas uma mera opinião. Quando você medita nesta questão, você irá perceber que “difícil” e “fácil” são termos bastante arbitrários. Pensar que alguma coisa é difícil, apenas faz com que ela se torne mais difícil ainda. Portanto, qual o propósito de tal raciocínio?

Fazer um julgamento sobre se alguma coisa é fácil ou difícil não contribui absolutamente em nada para o seu nível de realização. Pare de categorizar tarefas como fáceis ou difíceis e, desta forma, nunca mais você terá que fazer nada difícil. Apenas faça aquilo que tem de ser feito e, genuinamente, desfrute a saudável rota da realização.

quarta-feira, novembro 14, 2007




OLHE AS VEREDAS ANTIGAS.......Copiei do blog do ciro.....muito bom...!!!!

Qualquer super-pregador ou cantor-ídolo da atualidade diria a um auditório repleto de jovens: “Avance! Acredite nos seus sonhos! Prossiga! Você nasceu para vencer! Não volte atrás”. Entretanto, como eu sou assumidamente “do contra”, a minha mensagem neste artigo destinado à juventude cristã é: “Volte, retroceda enquanto há tempo”. E vou me basear em Jeremias 6.16:

“Ponde-vos no caminho, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele, e achareis descanso para as vossas almas”.

Você já percebeu como muitos jovens cristãos preenchem os seus vazios com elementos do mundo? Estimulados por líderes sem compromisso com a Palavra de Deus — os quais negociam o inegociável —, identificam-se mais e mais com os padrões mundanos (Rm 12.1,2; 1 Jo 2.14-17).
O que o torna diferente da juventude descrente, caro jovem? Piercing? Tatuagem? Dança? Visual descolado? Shows? Baladas gospel? Estilos musicais como rap? Aliás, a “cançaum” gospel do momento é um rap que diz:

“Não seja tolo, otário; por que estás assim? Você é responsável por tua vida estar ruim; não dê mais mole pro inimigo pra te acusar; abre a tua boca e comece a cantar... Eu não vou dar bandeira, seguirei até o fim... Ele te chamou pra ser mais que vencedor”.

Bem, era uma vez um rei chamado Ezequias... No seu reinado, ele perguntou pelas “veredas antigas”. Sabe o que aconteceu? Ninguém pensou em empregar inovações no louvor a Deus, pois os levitas foram orientados a ficarem em pé com os instrumentos de Davi (2 Cr 29.26). Ninguém usou novos instrumentos, mas “os instrumentos de Davi”!
“Então, o rei Ezequias e os maiorais disseram aos levitas que louvassem ao SENHOR com as palavras de Davi e de Asafe... E louvaram com alegria, e se inclinaram, e adoraram” (2 Cr 29.30). Além dos instrumentos, os levitas empregaram “as palavras de Davi e de Asafe”! Mas, sabe de uma coisa? Os “levitas” de hoje preferem o mundo! Eles não querem perguntar pelas “veredas antigas”.
Quais são os CDs do momento, os que mais atraem a “moçada”? São os que apresentam “akela cançaum” de auto-ajuda... Não estou dizendo que todos os “hinos” da atualidade são antibíblicos. Mas tente encontrar algum que fale do sacrifício de Jesus na cruz, da sua ressurreição, da sua vinda ou pelo menos um que glorifique a Deus.
Os jovens têm ojeriza da Harpa Cristã, de outros hinários tradicionais e de composições um pouco mais antigas. Hoje, em nome da “contextualização”, hinos que enaltecem as verdades da Bíblia são rejeitados! A preferência é pelos “hinos” que, numa linguagem contemporânea, desafiam e xingam o Diabo ou deixam a “galera” de “alto astral”.
Um dos hinos “ultrapassados” que alegram o meu coração tem a seguinte letra:

“Meus pecados levou na cruz onde morreu o sublime e meigo Jesus; os desprezos sofreu, a minh‘alma salvou e mudou minhas trevas em luz”.

Você pode estar pensando: “Que canção down, que coisa mais careta, brother. Ih, nunca mais vou entrar neste blog... Esse cara pirou geral”. Não, não vá embora, por favor... “Ouça-me” mais um pouco... Sabe o que diz a Bíblia, em Provérbios 24.21?

"Teme ao Senhor, filho meu, e ao rei, e não te entremetas com os que buscam mudanças".

Eu sei que a sua geração prefere ouvir o “som dos adoradores”, que, na verdade, são canções humanistas, que falam de “sonhos” ou desafiam o Inimigo, e num ritmo pra lá de dançante... Sei também que não apenas as letras triunfalistas o prendem; você se “amarra” num estilo musical tipo dance, aprecia um soul, um hip-hop, não é mesmo?
No fundo, no fundo, não é bem a adoração que atrai você, e sim o som, a batida, o agito, a galera vibrando e gritando... É isso que preenche a “moçada” de hoje. Quase ninguém está disposto a renunciar-se a si mesmo para seguir a Cristo (Lc 9.23), nem a deixar as suas preferências pessoais... E, como as gravadoras sabem disso, continuarão investindo nesse tipo de “cançaum” parecida com as mundanas... Não se iluda pensando que letras supostamente cristãs purificam estilos impróprios para o louvor.
Você pode não dar crédito a este quase solitário defensor das “veredas antigas”, mas precisa reconquistar o que perdeu. Sabia que há alguns anos os jovens, em vez de passarem a noite dançando e jogando conversa fora em uma balada gospel, preferiam participar de uma vigília, orando e estudando a Bíblia? Volte, volte, volte, jovem! Pergunte pelas "veredas antigas"!
Há alguns anos, não havia espaço para shows! Infelizmente, os grupos e cantores se contaminaram pelos interesses comerciais e pela fama, deixando de lado a verdadeira adoração! Mas tente acompanhar os passos de Jesus... Se o Mestre vivesse hoje, aprovaria o que chamam de “adoração profética”, “adoração extravagante” ou “louvor sem limites”? Você acha mesmo que Ele participaria de uma balada gospel?
Esse distanciamento das “veredas antigas” começou de maneira moderada, timidamente, e hoje ocorre a passos largos. Nas baladas gospel, com o incentivo de líderes inescrupulosos, as meninas já dançam até ao chão! São moças que se dizem salvas, porém dançam como as freqüentadoras de bailes funk, sob olhares petrificados dos "santos" meninos...
Você pode pensar que sou um pastor desatualizado, extremista, que não aceita inovações. Pense o que quiser! Mas eu só tenho 37 aninhos... e também gosto de diversão, de um bom papo e de outras coisas que empolgam a “moçada”. Contudo, o que deve prevalecer não é o que eu e você gostamos de fazer, e sim a vontade do Pai que está nos Céus (Mt 7.21,22).
Como disse Paulo, caro jovem, “é já hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé” (Rm 13.11). E ainda: “Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá” (Ef 5.14). Pergunte, pois, pelas “veredas antigas” e ande pelo bom caminho! Volte! Só assim você encontrará o verdadeiro descanso para a sua alma. Acredite!

Ciro Sanches Zibordi



EM CONFIANÇA

Se você deseja viajar para bem longe e de uma maneira rápida, viaje leve. Lance fora toda a inveja, ciúme, ressentimentos, egoísmo e medos. Gleen Clark

C omo você agiria se você fosse a pessoa mais bem sucedida dentro do seu campo de atividade? Como você se vestiria? Como você iria priorizar o seu tempo? Como você falaria? E o que você diria? O que é que está lhe impedindo de ser todas essas coisas hoje? Ninguém. Exceto a sua própria expectativa. Você pode se posicionar de uma maneira confiante, andar confiantemente, falar e agir em confiança a qualquer momento.

Confiança não vem apenas por intermédio do que você já alcançou, mas vem também da expectativa do que você espera alcançar. Tenha a melhor expectativa possível e você estará no seu melhor. Aja, sinceramente, como um vencedor e você se tornará um vencedor.

Deus tem lhe chamado e tem lhe dado dons e habilidades para o desenvolvimento de uma carreira vitoriosa. O que você precisa compreender é que as ações vêm antes das emoções, e o sucesso é apenas o resultado dessas ações. Aja com sucesso e, em pouco tempo, você irá experimentar os benefícios de uma vida bem sucedida.

O que a Bíblia ensina acerca do aborto?

No Antigo Testamento, a Bíblia se utiliza das mesmas palavras hebraicas para descrever os ainda não nascidos, os bebês e as crianças. No Novo Testamento, o grego se utiliza, também, das mesmas palavras para descrever crianças ainda não nascidas, os bebês e as crianças, o que indica uma continuidade desde a concepção à fase de criança, e daí até a idade adulta.

A palavra grega brephos é empregada com freqüência para os recém-nascidos, para os bebês e para as crianças mais velhas (Lucas 2.12,16; 18.15; 1 Pedro 2.2). Em Atos 7.19, por exemplo, brephos refere-se às crianças mortas por ordem de Faraó. Mas em Lucas 1.41,44 a mesma palavra é empregada referindo-se a João Batista, enquanto ainda não havia nascido, estando no ventre de sua mãe.

Aos olhos de Deus ele era indistinguível com relação a outras crianças. O escritor bíblico também nos informa que João Batista foi cheio do Espírito Santo enquanto ainda se encontrava no ventre materno, indicando, com isso, o inconfundível ser (Lucas 1.15). Mesmo três meses antes de nascer, João conseguia fazer um miraculoso reconhecimento de Jesus, já presente no ventre de Maria (Lucas 1.44).

Com base nisso, encontramos a palavra grega huios significando "filho", utilizada em Lucas 1.36, descrevendo a existência de João Batista no ventre materno, antes de seu nascimento (seis meses antes, para ser preciso).

A palavra hebraica yeled é usada normalmente para se referir a filhos (ou seja, uma criança, um menino etc.). Mas, em Êxodo 21.22, é utilizada para se referir a um filho no ventre. Em Gênesis 25.22 a palavra yeladim (filhos) é usada para se referir aos filhos de Rebeca que se empurravam enquanto ainda no ventre materno. Em Jó 3.3, Jó usa a palavra geber para descrever sua concepção: "Foi concebido um homem! [literalmente, foi concebida uma criança homem]". Mas a palavra geber é um substantivo hebraico normalmente utilizado para traduzir a idéia de um "homem", um "macho" ou ainda um "marido". Em Jó 3.11-16, Jó equipara a criança ainda não nascida ("crianças que nunca viram a luz") com reis, conselheiros e príncipes.

Todos esses textos bíblicos e muitos outros indicam que Deus não faz distinção entre vida em potencial e vida real, ou em delinear estágios do ser – ou seja, entre uma criança ainda não nascida no ventre materno em qualquer que seja o estágio e um recém-nascido ou uma criança. As Escrituras pressupõem reiteradamente a continuidade de uma pessoa, desde a concepção até o ser adulto. Aliás, não há qualquer palavra especial utilizada exclusivamente para descrever o ainda não nascido que permita distingui-lo de um recém-nascido, no tocante a ser e com referência a seu valor pessoal.

E ainda, o próprio Deus se relaciona com pessoas ainda não nascidas. No Salmo 139.16, o salmista diz com referência a Deus: "Os teus olhos me viram a substância ainda informe". O autor se utiliza da palavra golem, traduzida como "substância", para descrever-se a si mesmo enquanto ainda no ventre materno. Ele se utiliza desse termo para se referir ao cuidado pessoal de Deus por ele mesmo durante a primeira parte de seu estado embrionário (desde a nidação até as primeiras semanas de vida), o estado antes do feto estar fisicamente "formado" numa miniatura de ser humano. Sabemos hoje que o embrião é "informe" durante apenas quatro ou cinco semanas. Em outras palavras, mesmo na fase de gestação da "substância ainda informe" (0-4 semanas), Deus diz que Ele se importa com a criança e a está moldando (Salmo 139.13-16).

Outros textos da Bíblia também indicam que Deus se relaciona com o feto como pessoa. Jó 31.15 diz: "Aquele que me formou no ventre materno, não os fez também a eles? Ou não é o mesmo que nos formou na madre?"

Em Jó 10.8,11 lemos: "As tuas mãos me plasmaram e me aperfeiçoaram... De pele e carne me vestiste e de ossos e tendões me entreteceste".

O Salmo 78.5-6 revela o cuidado de Deus com os "filhos que ainda hão de nascer".

O Salmo 139.13-16 afirma: "Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste... Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado, e entretecido como nas profundezas da terra. Os teus olhos me viram a substância ainda informe".

Esses textos bíblicos revelam os pronomes pessoais que são utilizados para descrever o relacionamento entre Deus e os que estão no ventre materno.

Esses versículos e outros (Jeremias 1.5; Gálatas 1.15, 16; Isaías 49.1,5) demonstram que Deus enxerga os que ainda não nasceram e se encontram no ventre materno como pessoas. Não há outra conclusão possível. Precisamos concordar com o teólogo John Frame: "Não há nada nas Escrituras que possa sugerir, ainda que remotamente, que uma criança ainda não nascida seja qualquer coisa menos que uma pessoa humana, a partir do momento da concepção".[1]

À luz do acima exposto, precisamos concluir que esses textos das Escrituras demonstram que a vida humana pertence a Deus, e não a nós, e que, por isso, proíbem o aborto. A Bíblia ensina que, em última análise, as pessoas pertencem a Deus porque todos os homens foram criados por Ele.

E se você já fez um aborto?

Você já fez um aborto? Onde quer que se encontre, queremos que você saiba que o perdão genuíno e a paz interior são possíveis, e que uma verdadeira libertação do passado pode ser experimentada.

Deus é um Deus perdoador:

"Porém tu [és]... Deus perdoador, clemente e misericordioso, tardio em irar-te, e grande em bondade" (Neemias 9.17b).

"Pois tu, SENHOR, és bom e compassivo; abundante em benignidade para com todos os que te invocam" (Salmo 86.5).

Aliás, Deus não apenas perdoa, Ele, de fato, "esquece":

"Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro" (Isaías 43.25).

Você poderá encontrar perdão agora mesmo simplesmente colocando sua confiança em Jesus Cristo. Você pode confiar nEle, virando as costas para os caminhos que você tem seguido, reconhecendo e confessando seus pecados a Ele, e voltando-se para Cristo com a confiança de que através do Seu poder, Ele haverá de lhe conceder perdão e uma nova vida. Se você deseja ter seus pecados perdoados, se deseja estar livre da culpa, se quer ter nova vida em Cristo, se quer conhecer a Deus, e se você sabe que é amada por Ele, sugerimos a seguinte oração:

Querido Deus, eu confesso o meu pecado. Meu aborto foi coisa errada e eu agora venho à Tua presença em busca de perdão e de purificação. Peço que não apenas me perdoes esse pecado, mas que me perdoes todos os pecados de minha vida. Eu aceito que Jesus Cristo é Deus, que Ele morreu na cruz para pagar a penalidade pelos meus pecados, que ressuscitou ao terceiro dia, e que está vivo hoje. Eu O recebo agora como meu Senhor e Salvador. Eu agora aceito o perdão que Tu providenciaste gratuitamente na cruz e que me prometeste na Bíblia. Torna o teu perdão real para mim. Eu peço isso em nome de Jesus. Amém

terça-feira, novembro 13, 2007

........///////......PRA PENSAR....///////.......


"COM OS NOSSOS OLHOS VERMOS O MUNDO...COM AS NOSSAS AÇÕES O MUNDO NOS VÊ."OK
"Eis que te acrisolei, mas disso não resultou prata; provei-te na fornalha da aflição." Isaías 48.10

Deus permite que nós, como cristãos, freqüentemente experimentemos provações inconcebivelmente pesadas neste mundo. A única explicação para isso nos dá o profeta Isaías. Da minha vida pessoal eu poderia relatar experiências incompreensíveis e dificuldades que ninguém entenderia. Mas nosso fiel Senhor me consolou, consolou minha família vez após vez, me fortaleceu e encheu de confiança. Através de todas as coisas ruins, Ele permitiu que víssemos luzir Sua radiante glória, como a Bíblia fala dos heróis da fé em Hebreus 11.

Na passagem acima, temos uma explicação para os profundos sofrimentos pelos quais os filhos de Deus muitas vezes têm que passar: para perseverar na fé, como Jó, e assim outros serem aperfeiçoados conosco. Ou em outras palavras: para que por meio da fé comprovemos que, pelo Senhor e no Senhor, temos plena suficiência, como descreve o salmista: "Quem mais tenho eu no céu? Não há outro em quem eu me compraza na terra. Ainda que a minha carne e o meu coração desfalecem. Deus é a fortaleza do meu coração." Dessa maneira, em meio a grandes dificuldades, você experimentará uma profunda alegria e uma profunda paz!




Nesses últimos dias, as igrejas estão deixando de fazer a sua tarefa primacial, segundo as Escrituras.
Fala-se muito em "adoração extravagante", mas não há adoradores verdadeiros, que adorem o Pai em espírito e em verdade (Jo 4.23,24). Muitos dizem que o mais importante é o louvor, pois é o único ministério que vai continuar no Céu.
Primeiro, é claro que não é esse show gospel que vai entrar no Céu, com as essas danças e parafernálias carnais. Segundo, se o verdadeiro ministério do louvor vai continuar lá em cima, ele não é a nossa tarefa primordial, pois devemos priorizar o que não vai continuar no Céu. Terceiro, se a nossa principal tarefa fosse o louvor, o Senhor já nos teria tirado desse mundo tenebroso, posto que adorá-lo lá é muito melhor.
Mas quero desafiá-lo a abrir mão de coisas como ministério da dança, night gospel e outras efemeridades, por uma causa nobre: a evangelização. O que é isso?
Evangelizar significa “anunciar as boas novas de salvação” (Hb 4.2; Rm 10.15; 1 Co 9.16). Trata-se de um grande desafio para toda a igreja. E, por isso, devemos ser unânimes (At 2.1,44; 4.32; 5.12) e pregar o evangelho em toda parte (At 1.8; 8.4; Mt 21.12,13; At 5.21,25; Lc 24.53; At 2.46,47; Jo 4.35; Rm 15.20).
Por que a evangelização é a tarefa primacial, e não a "adoração"? Fomos salvos para anunciar o evangelho (1 Pe 2.9,10; Mc 16.15). Somos cooperadores de Deus (1 Co 3.9). Temos uma dívida (Rm 6.23; 1.14,15). É nossa obrigação pregar o evangelho (1 Co 9.16; Mt 10.32,33; Ez 33.8). Devemos ter o sentimento que houve em Cristo (Fp 2.6-11; Mt 9.36). Por isso, a tarefa primordial do salvo é a evangelização (1 Co 1.22,23; Fp 1.21-24).
Pense na situação espiritual do perdido pecador (Is 1.6; 59.1,2; Rm 6.23; Jd v.23). Enquanto você está dançando, milhares de pessoas estão partindo para a eternidade. Obedeça ao mandamento do Senhor Jesus. Pregue o evangelho (Mc 16.15-18; Mt 28.18-20).
Como evangelizar? Ora, somos pescadores de homens (Mt 4.19). E temos os equipamentos de pesca (Ef 6.11-18). Mas devemos manejar bem o nosso principal equipamento (2 Tm 2.15), aproveitando todas as oportunidades para pregar a Palavra (2 Tm 4.1.2). Não devemos pescar em águas alheias (Rm 15.20), e sim onde há muitos peixes (Jo 4.35; Mc 16.15). Para isso, temos de conhecer bem as estratégias de pesca (1 Co 9.22).

A evangelização pessoal-ocasional

Para evangelizar pessoas, no dia-a-dia, ocasionalmente, siga os passos abaixo:
1) Tenha iniciativa — através de uma pergunta, uma circunstância favorável, etc, (At 8.26-35; 17.22-31).
2) Supere os obstáculos (1 Pe 3.15; 2 Tm 2.15; Jo 4.7-14; Pv 11.30).
3) Tenha atitudes positivas, como educação e respeito; convicção e objetividade (Rm 10.9,10; At 16.31); sorriso; atenção (Jo 4.17,18); e linguagem adequada (cf. 1 Co 14.9).
4) Não tenha pressa.
5) Nada de discussão e ofensa (1 Co 14.33; 2 Tm 2.24,25; 1 Pe 3.15; Gl 5.22).
6) Entregue ao pecador uma mensagem sucinta e objetiva: mostre-lhe a sua "doença": o pecado (Rm 3.23; 5.12; Sl 51.5); e a conseqüência de sua "doença": a morte (Rm 6.23; Tg 1.15). Mas não deixe de lhe receitar o "remédio" — a salvação em Jesus Cristo (Jo 1.29; 3.16).
7) Faça uma oração com a pessoa evangelizada.
8) Anote, se possível, os dados da pessoa evangelizada, a fim de estabelecer futuros contatos e aconselhá-la quanto a freqüentar uma boa igreja.
O tempo de evangelizar chegou! Ou você prefere ficar dançando dentro dos templos, enquanto milhares de pessoas parte para a eternidade sem Cristo!

Em Cristo,



ESSA MUSICA FIZ EM HOMENAGEM A MINHA TERRA CIDADE DE SANTARÉM......


O CÉU JA DESPONTOU NO HORIZONTE
É UM DIA A MAIS PRA SE VIVER AQUI
SANTARÉM,TERRA CHEIA DE ENCANTOS,PARA MIM A MELHOR DE MEU PAIS
CIDADE...QUERIDA POR TEU POVO ES AMADA
TUA NATUREZA É UM EXPLENDOR
O RIO TAPAJÓS QUE ENCANTO...MAIS SÃO POUCOS NO ENTANTO
OS QUE SABEM DÁ VALOR..SANTARÉM:::TERRA QUERIDA SOFRIDA,AMADA ÉS LINDA
TERRA DE TODOS NÓS, SANTARÉM TERRA DE TODOS CANTOS,TEM CORAÇÃO E SABEM SER FELIZ
SANTARÉM,TERRA DE TODOS QUANTO,TEM CORAÇÃO E SABEM SER FELIZ.E SABEM SER FELIZ.....E SAMBEM SER FELIZ........ASNAN OLIVEIRA ."COMPOSITOR..."""

segunda-feira, novembro 12, 2007

Olá vou escrever algo mais pessoal da semana.....eu atualmente estou residindo em uma comunidade conhecida e chamada de 40...na br 010...Belém/Brasilia.um lugar simples onde morar pessoas simples também.Meu Amigo Tavares,um homem intelectual,profisional em algumas atividades,sempre acessa aqui nosso Blog. e outros cidadões ir Tino,Amadeu,Expedito...na verdade uma quantidade de pessoas que aprendemos a respeita e a querer bem.faço esse resgitro pra dizer que não importar onde vc esta o importante é viver bem......ta certo.bom dia e dias bons sempre.fica nossa admiração pelo ser Humano.
DERROTANDO O DESENCORAJAMENTO

Resultados? Claro que estou em busca deles. Já consegui muitos resultados. Eu descobri milhares de coisas que não funcionam. Thomas Edison

V ocê tem mantido o seu foco, sua disciplina, seu esforço, dia após dia, mês após mês, ano após ano. Você tem dado o seu melhor e, ainda assim, você não chegou onde gostaria de já ter chegado. Alguns dias o alvo parece estar bem próximo, em outros, ele parece estar mais distante do que nunca. Como continuar, e por que continuar?

Você deve continuar porque – essencialmente – muito do valor da realização não está, necessariamente, na concretização do alvo, mas sim na jornada rumo a esta realização. Obviamente, esta concretização é de suma importância. Porém, se o resultado final for alcançado sem os frutos da jornada, qual será o valor disso? Lembre-se de que você já colheu muitos benefícios, apesar do resultado final não ter ainda chegado ao seu alcance.

Você quer continuar aprendendo, crescendo, ganhando força e vitalidade ao desfrutar os benefícios do foco e das suas disciplinadas ações? Ou você quer desistir depois de ter investido tanto? Deus está com as Suas Mãos estendidas para você. Não desista. Vá em frente – não necessariamente – pela realização em si mesma, mas por aquilo que você está se tornando.

Você gosta de barulho?



Os pentecostais são conhecidos como o povo do barulho e criticados pelos anti-pentecostais por isso. Eu não sou contra orar em voz alta, coletivamente, pois isso tem apoio bíblico, nos Salmos e Novo Testamento. No entanto, gritos exagerados, na oração, devem ser evitados, para que se mantenha a boa ordem do culto (1 Co 14.40) e não se incomode os vizinhos, como vemos na foto ao lado...
Mas não é sobre oração em voz alta que quero falar, e sim sobre certos estilos musicais, como o rock, que exigem um elevado volume de som, os quais vêm sendo adotados por líderes de "louvor" que desconhem os perigos da "música pesada".
O nosso ouvido não suporta altos níveis de ruído. Como a intensidade de som — medida em decibéis — aumenta de forma logarítmica, e não aritmética, um simples aumento de três decibéis implica dobrar a intensidade do som. Como comparativo, um aspirador de pó chega a produzir oitenta decibéis; já uma turbina de avião, 120.
Já se constatou, por meio de estudos científicos, que o ouvido humano pode suportar, sem prejuízo auditivo, as seguintes taxas: a 111 decibéis, quase quatro minutos; a 120, cerca de 28 segundos; a 129, quase quatro segundos; e a 138 decibéis, o ouvido suportaria menos da metade de um segundo! Não é por acaso que há várias pessoas com deficiência auditiva.
Em algumas cidades brasileiras, as reclamações a respeito do barulho nas igrejas são tantas, que levaram as prefeituras a obrigar as instituições e espaços destinados a cultos religiosos a ter dispositivos de proteção acústica (bloqueadores de ruídos), prometendo multar, cassar licença, retirar equipamentos sonoros ou até fechar os estabelecimentos em que o barulho ultrapassasse os limites para cada zona e horário. Devemos encarar isso como uma perseguição aos evangélicos?
Em Colossenses 3.16, está escrito: “A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais; cantando ao Senhor com graça em vosso coração”.
Salmos — eram os mesmos contidos no Antigo Testamento, transformados em hinos de adoração.
Hinos — eram as composições de louvor a Deus e ao Senhor Jesus Cristo cujas letras não tinham sido extraídas do livro de Salmos.
Cânticos espirituais — englobavam uma gama maior de composições líricas, inclusive os outros dois tipos mencionados.
Considerando que cântico é o encontro entre a voz, a música e a letra, quando esses três elementos são consagrados a Deus e aceitos por Ele, temos um cântico espiritual. Para termos a certeza de que o Senhor se agrada de um cântico (voz, música e letra), devemos submetê-lo ao crivo de Filipenses 4.8. É verdadeiro? É honesto? É justo? É puro? É amável? É de boa fama? Há nele alguma virtude e algum louvor? Tudo o que fazemos deve ser para a glória de Deus (1 Co 10.31).
É boa a fama do rock? Desde a sua origem, esse estilo está relacionado com imoralidade, drogas, ocultismo e violência. Basta lembrarmo-nos do slogan “Sexo, drogas e rock and roll”. E o que dizer de estilos como funk, reggae, axé, hip-hop, samba e forró? Procure conhecer um pouco da história desses estilos antes de pensar que sou extremista.








Existem três maneiras de se ouvir música:
Com o corpo — quem ouve com o corpo se deixa dominar pelo “embalo” da música.
Com a emoção — quem ouve emotivamente permite que a música comande os seus sentimentos e emoções.
Com o intelecto — essa é a forma correta de se ouvir, sabendo discernir a música. E isso só é possível quando não se prioriza o ritmo. O culto a Deus deve ser espiritual e, ao mesmo tempo, racional (Jo 4.24; Rm 12.1; 1 Co 14.15).
Muitos crentes cantam e tocam sem louvar ao Senhor, como acontecia nos dias do profeta Isaías (29.13). As palavras de louvor devem nascer em um coração preparado (Sl 57.7), mas somente as letras cristãs ou bíblicas não são suficientes para tornar um cântico apropriado para o louvor. Lembre-se de que o cântico só é espiritual quando todos os seus elementos (voz, letra e música) o são.
A música é formada por três elementos:
Melodia — sucessão ascendente e descendente de sons a intervalos e alturas variáveis, formando um fraseado; é adornada pela harmonia e acentuada pelo ritmo, embora possa ser compreendida isoladamente.
Harmonia — combinação de sons simultâneos, emitidos no mesmo instante, tendo como base a tonalidade; e como princípio gerador a estrutura do acorde.
Ritmo — sucessão regular de tempos fortes e fracos cuja função é estruturar uma obra musical.
Esses três elementos, intrínsecos na música, se relacionam com o homem, que também é tripartido: espírito, alma e corpo. Nesse caso, o elemento mais importante da música, a melodia, relaciona-se com a parte mais profunda do ser humano, o seu espírito. E assim por diante.
Assim, o estilo musical apropriado para o cântico de adoração é o que tem como essência a melodia, pois é ela que se relaciona com o espírito (Jo 4.23,24). Há estilos carregados de agressividade e barulho, que apenas balançam o corpo, e não o coração, porque são rítmicos ao extremo; isto é, priorizam o ritmo, e não a melodia.

Melodia — relaciona-se com o espírito
Harmonia — relaciona-se com a alma
Ritmo — relaciona-se com o corpo

Infelizmente, é uma tendência do ser humano inverter as prioridades. De acordo com 1 Tessalonicenses 5.23, Deus nos santifica a partir do espírito. Mas muitos ignoram isso e, como se o versículo dissesse: “corpo, alma e espírito”, priorizam o corpo. Meditemos no que Paulo, inspirado pelo Espírito, disse aos gálatas: “Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis agora pela carne?” (Gl 3.3).
Copiei desse Servo Pr Ciro o Homem é gente boa.competente.
Ciro Sanches Zibordi

sexta-feira, novembro 09, 2007

EI SAIBA QUE VOCÊ É JULGADO PELOS SEGUINTES FATORES..:

1.Pela maneira de falar

2.Pelas palavras que escolhe

3.Pelas emoções que demonstra

Então vai ai a dica.....Fale Bem......Use boas palavras......e controle as suas emoções sejam elas sempre bem distribuidas......Pense Nisso.! PAZ.
VENÇA AS DIFICULDADES DA COMUNICAÇÃO......


1.Ouça realmente quando as Pessoas falam.

2.Pare de se auto promover.

3.Escolha palavras positivas mesmo pra expressar ideias negativas.

4.Controle sua voz e o tom de falar.

5.Vá direto ao assunto e apresente fatos positivos.

6.Sorria sempre...!!!

7.Faça agora mesmo....Deus o Abençoe Sempre.!



CORRETA PERSPECTIVA

Os hábitos, sejam eles bons, ou ruins, são desenvolvidos ou quebrados pela submissão ou resistência. Edwin Louis Cole

A frustração pode trazer escuras nuvens sobre seus pensamentos, fazendo com que uma situação ruim se torne ainda pior. Todas as vezes que você se encontrar frustrado, vale a pena fazer uma pausa por alguns momentos e examinar, com frio realismo, a situação que está à sua frente.

Tenha em mente o fato de que, quando frustrado, você perde a sua objetividade. O que ocorre é que, apesar das dificuldades que estão sobre você serem legítimas, ao atingir o seu ponto crítico de frustração, os desafios, problemas e aflições se tornam prática e tão somente o objeto do seu foco.

Todas as vezes que você fica frustrado isso é um forte e claro sinal indicativo de que você precisa colocar as suas dificuldades na perspectiva correta. Faça um esforço – é necessário mesmo esforço – para ver não apenas os obstáculos, mas tudo aquilo que, de bom, está vindo para você, a despeito das dificuldades

quinta-feira, novembro 08, 2007




Esse Casal são Servos de Deus...comprometidos com o Reino de Deus na Terra...a vossa disposição nos animar.....Ore por Eles....dessa marca ta em falta....Jorge e Eula,Deus em tudo lhes faça mais que Vencedores.....Valeu..!!!!!



Festa do Circulo de Oração no Km 40....Uma Festa Marcada por muitas bençaos de Deus....Cremos que no proximo ano será melhor ainda...em nome de Jesus....Agradecemos a Deus Pelo trabalho da irmãs e tambem pela presença dos Cantores Jorge Araujo e Eula...Meus amigos Deus vos recompense...Pr Israel Gonçalves...foi instrumento usado na ministração da Palavra...Parabéns..Glória a Deus.!

quarta-feira, novembro 07, 2007



Objetivos são importantes,mais sua vida não é medida por objetivos,e sim pelo que você esta fazendo para alcançar-los.Ei Viva a Vida com Alegria...!!!!!!



Viva a Vida de Forma Possitiva...pois a vida Negativa ja tem muita gente vivendo....então cuide de seus PENSAMENTO,AÇÃO,SENTIMENTO,PALAVRAS,ESTADO FISICO,MENTAL E PRINCIPALMENTE ESPIRITUAL.....!!!!!!



FRUSTRADO?

Se as coisas já estão erradas, então não as acompanhe. Janet Lane

A lgumas das maiores e mais significativas realizações nos vem das maiores frustrações. Existe um poderoso potencial de saudável energia nas frustrações. Freqüentemente, porém, essa energia é canalizada e focalizada de maneira negativa, mas – necessariamente – não deve ser assim.

A melhor resposta para a frustração é uma ação positiva. É óbvio que você tem todo o direito de se irar, mas o que é que isso pode lhe acrescentar de bom e positivo? A energia da frustração é um recurso poderoso que pode lhe proporcionar acesso a maiores alturas. Não desperdice uma oportunidade ao permitir que pessoas lhe forcem a descer o nível, o que não pode lhe trazer nada de bom a não ser prejuízo.

As Escrituras nos asseguram que, em momentos de angústia e pesadas frustrações, é que surgem as melhores oportunidades de mostrarmos o nosso melhor. Frustrado? Saiba que este é um momento muito especial; e só você poderá decidir qual será a qualidade deste momento singular em sua vida.

terça-feira, novembro 06, 2007

segunda-feira, novembro 05, 2007

Maior evangelista do século é favorável ao aborto!



Atenção, atenção, atenção! Auto-instituído recentemente "maior evangelista do século", além de pregador da falaciosa teologia da prosperidade e não-propagador do evangelho de Cristo, agora prega abertamente a favor do aborto!
Reinaldo Azevedo, colunista da revista Veja on-line, em artigo initulado “O ‘deus’ de Edir Macedo perdoa corruptos, mas não perdoa os fetos”, escreveu:

"Há uma entrevista na Folha com Edir Macedo, o auto-instituído “bispo” da Igreja Universal do Reino de Deus, de que é dono. Quem assina o texto é Daniel Castro, e quem responde pode ser a “legião", já que foi feita por e-mail e intermediada pela cúpula, digamos assim, religiosa... Há alguns dias, postei aqui um texto dizendo que o petismo é a Universal da política, e a Universal, o petismo da religião. Quem me dá razão é Macedo. Leiam uma pergunta e uma resposta:

FOLHA - Alguns políticos então da base da Igreja Universal, como o bispo Rodrigues, foram atingidos em cheio pelos escândalos do primeiro mandato de Lula. A corrupção não é um pecado imperdoável?
MACEDO - Jesus ensina que o único pecado imperdoável é a blasfêmia contra o Espírito Santo. Para os demais, há perdão se houver arrependimento.

É a “igreja” de que o PT precisa. Se Deus censura a safadeza, os petistas podem ficar tranqüilos: o "deus" de Macedo perdoa. A sua “teologia” é bastante elástica pra isso. Tão elástica, que ele encontra uma justificativa teológica para o aborto. Se havia desconfianças sobre a filiação da tal Universal ao cristianismo, não há mais. Leiam:

“Sou favorável à descriminalização do aborto por muitas razões. Porém, aí vão algumas das mais importantes:
1) Muitas mulheres têm perdido a vida em clínicas de fundo de quintal. Se o aborto fosse legalizado, elas não correriam risco de morte;
2) O que é menos doloroso: aborto ou ter crianças vivendo como camundongos nos lixões de nossas cidades, sem infância, sem saúde, sem escola, sem alimentação e sem qualquer perspectiva de um futuro melhor? E o que dizer das comissionadas pelos traficantes de drogas?
3) A quem interessa uma multidão de crianças sem pais, sem amor e sem ninguém?
4) O que os que são contra o aborto têm feito pelas crianças abandonadas?
5) Por que a resistência ao planejamento familiar? Acredito, sim, que o aborto diminuiria em muito a violência no Brasil, haja vista não haver uma política séria voltada para a criançada.”
Fonte:
http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/2007/10/o-deus-de-edir-macedo-perdoa-corruptos.html

Amados irmãos, falemos um pouco sobre o aborto, à luz da Palavra de Deus, para que todos entendam por que esse “evangelista” não merece nenhum crédito dos que verdadeiramente seguem ao Senhor Jesus Cristo. A palavra “aborto” possui várias acepções, e a própria Bíblia a menciona de forma literal e figurada (Êx 21.22,23; 23.26; Jó 3.16; Sl 58.8; Ec 6.3; 1 Co 15.8). Mas eu me refiro aqui à destruição da vida intra-uterina em qualquer estágio do período de gestação. É isso que o “bispo-evangelista” defende!
Há dois tipos de aborto: o voluntário (homicídio, em regra geral) e o involuntário. O aborto voluntário, salvo exceção, é contrário aos princípios bíblicos, pois Deus é contra todas as formas de homicídio (Êx 20.13; Mt 15.19,20; Ap 21.8).
Por que o aborto fere os princípios da Palavra de Deus? Porque só o Senhor tem o direito de tirar a vida, pois é Ele quem a forma ainda no ventre materno (Jó 10.9; 31.13-15; Sl 94.9; Is 44.2,24; 49.5). Deus conhece o ser humano quando ainda é apenas um plasma, uma substância informe (Jr 1.5; Sl 139.13-16). Um ovo informe de quatro semanas (Jesus) foi chamado de “Senhor”, e um feto de 24 semanas (João Batista) ficou cheio do Espírito Santo (Lc 1.39-44).
Por que a mulher não tem o direito de abortar? A vida é um dom de Deus, e o fruto do ventre, galardão dEle (Gn 2.7; Jó 33.4; Sl 127.3). Desta premissa decorre outra: a mãe é apenas o meio pelo qual uma criança vem ao mundo, e não a dona dela.
O aborto não deve ocorrer em hipótese alguma? Há apenas uma exceção: numa intervenção médica, para salvar a vida da mãe. O chamado aborto honroso — provocado nos casos de gravidez resultante de estupro — e o aplicado em caso de crianças que poderão nascer defeituosas ou até sem cérebro não são exceções, pois não cabe ao ser humano tirar a vida do próximo (Dt 32.39; Êx 23.7).
O aborto não evita problemas futuros para mulheres jovens, por exemplo? Responder “sim” a esta pergunta significa assumir, de modo egoísta e sem misericórdia, que, se fosse preciso, mataríamos até um adulto para termos paz e felicidade (Tg 2.13; Pv 14.12), não é mesmo?
Portanto, meus amados irmãos, ou a Palavra de Deus está desatualizada, ou esse “evangelista” é, na verdade, o maior enganador da atualidade!

Alertando o povo de Deus com sinceridade, segundo as Escrituras, nesses últimos dias,

quarta-feira, outubro 31, 2007




Tucurui esta de Parabéns...pois Bem digo porque.Lá Residi um casal de amigos...Gilberto e Cantora Gerimaria, um talento que Deus tem Levantado pra Louvar seu nome nesses ultimos tempos da Igreja na Terra.Há esse final de semana a igreja em maracaja pode recebe-la onde esteve louvando a Deus.




GENUÍNO PRAZER

Um miligrama de obediência vale mais que uma tonelada de oração. Timothy Rogers

P razer é uma recompensa maravilhosa, mas ele não é e nem pode ser um fim em si mesmo. A busca de um prazer vazio é perda de vista dos valores e da alegria que um genuíno prazer traz.

Prazer genuíno vem como resultado de alcançar um alvo ou alcançar algum nobre propósito. Você não pode criar o prazer. Prazer vem apenas como resultado de uma outra atividade. Como um fim em si mesmo, o prazer torna-se vazio e sem significado algum. Como um viciado que anseia pela sua droga, em busca do prazer que ela lhe proporciona, aqueles que buscam o prazer em si mesmo jamais encontram o prazer perene e duradouro.

Alguém que evita a obediência e vai direto ao prazer nada mais faz do que roubar do prazer aquilo que tanto busca: alegria, significado e propósito. Quando o apenas “sentir bem” anula a profundidade, ele deixa de acrescentar valor e exuberância em sua vida.


Ministrando a Palavra de Deus,em São Miguel do Guama.Pr Ismael Carolino e Cantor Jorge Araujo e Eula Paula, esses missionários da Musica Evangelica deste Pais.Foi muito Legal...era um culto ao Ar Livre promovido pelo vereador Ariel e Familia pela construção de sua casa.Ore por nós.

terça-feira, outubro 30, 2007




A vida é cheia de supresas,e novidades uma Boas outras nem tanto.Porém a Vida deve ser vivida,e sempre digo que a Vida só é vida quando bem vivida com Cristo e em Cristo Jesus,.....Viva a Vida.Deixe o passado pra lá,viva o Presente agora e o Futuro na mão de Deus.......PAZ.


Quem são os “filhos de Deus”, em Gênesis 6? Há controvérsia em torno da expressão hebraica benê’elõhîm, haja vista ela ser mencionada em duas passagens aparentemente correlatas (Gn 6.2 e Jó 1.6; 2.1). Os contextos de ambas, no entanto, não deixam dúvidas de que elas se referem a dois grupos distintos de filhos de Deus. As referências de Jó dizem respeito claramente a anjos, enquanto a do primeiro livro do Antigo Testamento pede uma explicação.
A menção a homens tementes a Deus, em Gênesis 5, é uma prova de que os “filhos de Deus” do capítulo seguinte não são anjos, e sim piedosos servos do Senhor da linhagem de Sete, filho de Adão. Mas essa simples conclusão não satisfaz alguns teólogos — além das Testemunhas de Jeová —, que insistem em afirmar que a passagem alude a seres angelicais que teriam se relacionado com mulheres! Por que essa tese é infundada?
Primeiro: se os mencionados seres fossem mesmo anjos — e nesse caso anjos caídos, posto que os mensageiros do Senhor jamais cometeriam o pecado descrito em Gênesis 6.2 (cf. Sl 103.20) —, não seriam chamados de “filhos de Deus”.
Segundo: não há base no contexto imediato da passagem para considerá-los seres angelicais.
Terceiro: ao comparar Mateus 22.30 e 24.38, vemos que no Céu os salvos serão como anjos, que nem se casam nem se dão em casamento. Entretanto, nos dias de Noé, era exatamente isso que acontecia! As palavras de Jesus, por conseguinte, só confirmam o fato de que ocorreram diversos casamentos mistos entre os “filhos de Deus” (justos) e as “filhas dos homens” (ímpias). Os contextos imediato e remoto de Gênesis 6.2, bem como a análise da expressão hebraica benê’elõhîm não permitem outra interpretação.
Leia a continuação deste artigo (e muito mais!) no Mensageiro da Paz de novembro/2007. Clique na imagem para ampliar.

segunda-feira, outubro 29, 2007




No inicio deste Mês 03 e 04....estaremos realizando uma festa do Circulo de Oração.vai ser uma Benção.....Km 40 da Br 010 (Belém Brasilia...) vc é nosso convidado...!!!!Seja Bem Vindo...!!!!Teremos a presença da dupla de Servos de Deus,cantores Jorge Araujo e Eula Paula....!!!



No inicio do Mês de Novembro,na verdade dia 09 a 11... estara ocorrendo, uma Festa Espiritual la na cidade Maravilhosa de Obidos.vai ser uma Benção.Lá em Òbidos, desfruto de uma especial amizade, casal Dr Cleo e sua Esposa Elaine, pessoas muito legais.aos Obidenses irmãos queridos sucesso na Festa.Se puder e Dé estaremos por Lá.



ESTIVE ESTE FINAL DE SEMANA PREGANDO A PALAVRA DE DEUS EM CASTANHAL.....A CONVITE DO PRESIDENTE DOS NOVOS DISCIPULOS...MISSIONARIO BENILDO....SERVO DE DEUS...HA LA EM APEU ESTAVA OCORRENDO UMA FESTA DO CIRCULO DE ORAÇÃO,ONDE OS CANTORES JORGE ARAUJO E EULA PAULA ESTAVAM LOUVANDO A DEUS.PR JOSUE MIRANDA E SUA FILHA KEZIA MIRANDA,FORAM OS ORGANIZADORES...MUITO BOM...!!!

quinta-feira, outubro 25, 2007



"A Nossa vitória vem e esta no Senhor Jesus.....Portanto não deixe de ora e falar com ele sobre seus sonhos e planos.....vamos Lê...Salmo 126......"



Quando estava no segundo ano da faculdade, meu professor de matemática ensinou sobre o "ponto de inflexão". Ouvi, também, uma mensagem de um pregador sobre "O momento da virada" em I Samuel 30.6. Suas palavras foram muito úteis para mim, na época, enfrentando os anos finais de uma longa provação de 11 anos de desemprego.

Escolhemos o mesmo tema , isto é, o ponto de inflexão, usando o "momento da virada" na vida de Davi para trazer uma palavra para elevar o ânimo de quem precisa ouvir algo de Deus.

A luta com Golias deixou Davi famoso. A partir daí, ele começou a ser considerado inimigo do trono pelo próprio rei Saul. Foram poucos os seus dias de fama. Caçado como um animal, escreveu um salmo que diz assim: Como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus! "Salmo 42:1". Este cervo, o Orix, se escondia nas rochas mais altas dos montes , fugindo dos caçadores. Quando estava no limite de morrer de sede, ele descia do monte , bramando de angústia , diante dos caçadores, em busca de água. A sede o fazia decidir procurar por água mesmo sabendo que seus algozes o estavam esperando.

Davi conhecia, na própria pele, este este detalhe. E, Davi foi descendo da fama para ser um foragido. O inimigo sabia do propósito de Deus em sua vida e procurava levá-lo a erro ou a matá-lo pelas mãos de Saul. Davi era ungido de Deus, mas seus dias de glória ainda estavam no futuro. Quanto ao presente, ele andava se escondendo por cavernas, desertos e até entre os inimigos, os filisteus.

A ele, foram se juntando os homens aflitos, endividados, amargurados; se fez chefe de 400 desses homens. O momento da virada na vida de Davi aconteceu quando ele passava por uma aflição duríssima.

Estando fora da cidade, onde pousavam, vieram os inimigos amalequitas e deram com ímpeto sobre a cidade de Ziclague, incendiando todas as casas e levando cativas as famílias de Davi e de seus 400 seguidores.

Quando estes homens viram a cidade queimada, saqueada, suas famílias levadas cativas, entraram em um desespero tão grande que deciram apedrejar Davi. Eles o culpavam pela má sorte. Seguiam um homem azarado.

Enquanto eles procuravam por pedras, Davi chegou ao seu limite. Mas ele era diferente. Naquela hora de desespero ele tomou a decisão correta: foi buscar a face do Senhor. Mandou chamar o sacerdote Abiatar, que colocou o éfode, e Davi consultou ao Senhor: Perseguirei e alcançarei esses amalequitas? E o Senhor respondeu: Persegue, porque, decerto, os alcançarás e tudo libertarás! E foi assim mesmo que aconteceu.

Ah! meu amigo(a) leitor(a), como esta palavra fez bem ao meu coração em meus dias de aflição...

Foi naquele momento, que Davi foi posto a última prova, antes de seguir para um reinado de 40 anos. O diabo apertou Davi na beira do "precipício", mas saiu "derrotadíssimo" porque Davi em vez de murmurar, blasfemar, se desesperar, ele foi buscar a presença do Senhor.

Foi o momento da virada na vida de Davi. Ali, ele parou de descer e começou a subir. Dias depois, Saul morreu. Davi foi aclamado rei de Judá. Sete anos mais tarde, rei de todo Israel.

Ele tinha razão, quando escreveu:" Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. Salmo 46, 1-2.

Esta mensagem foi escrita para quem estiver em situação parecida.

Se você ceder ao desespero diante do seu limite, seu adversário - o diabo, vai se alegrar, vai gargalhar às escondidas da sua derrota enquanto você vai estar culpando a Deus pela sua queda. Mas se em lugar de se desesperar, você se levantar da poeira e buscar a Deus, como Davi buscou, quem vai beijar a poeira vai ser o seu inimigo!

Amigo(a) leitor(a), quem sabe você esteja em luta duríssima, igual a de Davi.

Pela fé, eu posso ver rosto Deus sorrindo quando você buscar a face Dele e clamar por ajuda! E, este também será o momento de sua virada!

segunda-feira, outubro 22, 2007



Um Aviso as que Ostentam ser poderosos e arogante....Ei Rapaz....TUDO NESSA VIDA PASSAR INCLUSIVE VC, AINDA BEM.....!!!!!!!!


Estiver esta semana em companhia do meu amigo Pr e Cantor Jorge Araujo e sua Esposa Eula Paula.Gente que levar serio o fazer a obra de Deus.Sucesso Amigo.....se vc deseja conhecer melhor o seu trabalho e so www.jorgearaujoeulapaula.com.br e saiba mais......Valeu....Muitos lugares tiveram a oportunidade de ve-los louvando a Deus esses dias no Para....ha outrossim recebi um telefonema de meu amigo Joel Mendes,preparando as Malas pois a America nos aguarda.Em nome de Jesus.ha sim Joel esta tirando seu Visto em Brasilia....vamos nessa... abra....Pr Kadmiel esse sabe o que e fazer a obra de Deus.


A falta de Vergonha e entendimento de algumas pessoas que estam liderando e muito feio.....mais as pessoas so dao o que Tem.....

CULTIVANDO BONS HÁBITOS

As correntes dos hábitos são muito pequenas para serem sentidas até que elas se tornam muito fortes para serem quebradas. Samuel Johnson

H ábitos e ações são padrões de comportamentos que se tornam automáticos depois de um certo período de tempo, em função de uma consistente e freqüente repetição. Bons hábitos são aqueles que nos induz à uma boa saúde, descanso apropriado, uma dieta equilibrada, exercício regular e uma maneira correta de pensar. Ao desenvolver bons hábitos, você estará estabelecendo um harmônico relacionamento com aquilo que pode lhe trazer tudo que é bom.

Quando você descarta toda a tentação de criar desculpas e racionalizações, você se torna consciente de que a direção para onde hoje você está indo com a sua vida, – positiva ou negativamente – tem direta conotação com os seus hábitos.

Hoje Deus lhe convida a um exame da sua caminhada. Um olhar interior que possa contar com uma atitude honesta de auto-avaliação. Se, porventura, você não está feliz com a direção da sua vida, chances muito fortes existem de que alguns hábitos precisam ser anulados ou radicalmente substituídos. Lembre-se de que nós fazemos os nossos hábitos, mas depois de um certo período são os hábitos que nos fazem.

terça-feira, outubro 16, 2007



Creio por isso falo que.DEUS ESTA NO CONTROLE de tudo e de todos.Aqueles que o buscam,ele atende e responde,pois é fiel e ama a todos.Quero aqui manifestar aos meus colegas e companheiros de Ministério,os meus votos de sucesso em todas as suas intenções de propositos.



"Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, dia a dia tome a sua cruz e siga-me." Lucas 9.23

A Igreja de Jesus precisa passar pelos mesmos sofrimentos pelos quais o Senhor Jesus passou? As Escrituras nos dizem repetidamente que nós

– devemos seguir o mesmo caminho que o Cordeiro andou

– devemos seguir Seus passos

– estamos predestinados a participar de Seus sofrimentos

– tornamo-nos semelhantes com Jesus até na Sua morte, através da comunhão dos Seus sofrimentos

– tornamos-nos não somente semelhantes a Ele na Sua morte, mas com Cristo estamos predestinados à mesma morte.

Nós temos que passar pelas mesmas coisas que nosso Senhor Jesus passou porque como renascidos fazemos parte de Seu corpo. Ele é o Cabeça, nós os membros. Isso não significa que tenhamos que carregar os pecados do mundo – Jesus já fez isso de uma vez por todas. Também não carregaremos a Sua cruz, pois disso nunca seremos capazes. Não sou exortado a levar a cruz de Jesus, mas a minha cruz. Essa prontidão em carregar a minha própria cruz está inclusa no discipulado de Jesus, e faz com que na glória sejamos semelhantes a Ele. Este é o maior alvo do Senhor para nós!



VOCÊ É ABENÇOADO!

O mais desperdiçado de todos os dias é aquele em que você não é capaz de sorrir. E.E.Cummings

V ocê é abençoado! Talvez não lhe pareça razoável admitir isso... Ou você provavelmente nem sequer sinta esta realidade. Contudo, acredite: esta é a pura verdade. Se você quer saber quão abençoado você é, pense numa situação em seu passado, quando você julgava estar correto na sua ação. No entanto hoje você pode admitir com toda a liberdade que estava totalmente errado.

Naquela ocasião você não percebeu que se encontrava num processo de crescimento. Sendo assim, não havia como perceber que alguma coisa maior - e melhor - estava do outro lado de algo dificil, doloroso, feio e desconfortável. Agora, olhe para onde você está e lembre-se de onde você estava.

Quer você goste ou não, a sua situação presente é também temporária. Portanto, faça seu melhor - o melhor que pode fazer. Dê o que você pode dar, e não se esqueça de que você ainda está crescendo; ainda está aprendendo. Na realidade você está ganhando alguns graus de sabedoria. Claro que o processo é doloroso, trazendo consigo temores e tristezas. Lembre-se contudo de que bem perto de onde você está você poderá – em breve – olhar para trás e ver quão realmente abençoado você tem sido!