segunda-feira, agosto 30, 2010








AUTO-PERMISSAO

Felicidade é uma questão de atitude; ou nos fazemos miseráveis ou felizes e fortes. A quantidade de trabalho é a mesm Francesca Reigler

S obre o que você dará permissão a si mesmo para alcançar hoje? Quais são os medos que você irá se permitir ultrapassar? Quais são as ações que você irá se permitir tomar? Quais são as coisas novas que você irá se permitir aprender? Quais são os pensamentos positivos e produtivos que você irá se permitir viver hoje?

Pode até haver um certo conforto em culpar as suas limitações em situações que estão além do seu controle, porém, o fato é que esses fatores externos são insignificantes quando comparados com as limitações que você coloca sobre si mesmo. Sim, essas limitações externas são fortes e bem reais. Mas pela graça de Deus e pela maneira maravilhosa que Ele te criou você pode superar todas as barreiras que lhe estão impostas

Você é muito especial e foi criado para coisas grandes e preciosas bastando apenas entender que você precisa se permitir viver no máximo do seu potencial. As experiências estão ai. Dê a si mesmo a permissão de vive-las. O dia de hoje já lhe presenteou com um tesouro precioso: a vida. Dê permissão a si mesmo de viver a alegria e a gratificação deste momento singular e ricamente especial.
AUTO-PERMISSAO

Felicidade é uma questão de atitude; ou nos fazemos miseráveis ou felizes e fortes. A quantidade de trabalho é a mesm Francesca Reigler

S obre o que você dará permissão a si mesmo para alcançar hoje? Quais são os medos que você irá se permitir ultrapassar? Quais são as ações que você irá se permitir tomar? Quais são as coisas novas que você irá se permitir aprender? Quais são os pensamentos positivos e produtivos que você irá se permitir viver hoje?

Pode até haver um certo conforto em culpar as suas limitações em situações que estão além do seu controle, porém, o fato é que esses fatores externos são insignificantes quando comparados com as limitações que você coloca sobre si mesmo. Sim, essas limitações externas são fortes e bem reais. Mas pela graça de Deus e pela maneira maravilhosa que Ele te criou você pode superar todas as barreiras que lhe estão impostas

Você é muito especial e foi criado para coisas grandes e preciosas bastando apenas entender que você precisa se permitir viver no máximo do seu potencial. As experiências estão ai. Dê a si mesmo a permissão de vive-las. O dia de hoje já lhe presenteou com um tesouro precioso: a vida. Dê permissão a si mesmo de viver a alegria e a gratificação deste momento singular e ricamente especial.
Quero deixar uma palavra nesta hora a todos.!!!!!Ei saiba que Deus é Fiel.e Jamais desprezar os seus.!!!


Pra quem quer ve o Pará não continuar parado......!!!!!!!




segunda-feira, 30 de agosto de 2010Jatene tem vantagem de 10 pontos no Ibope
O candidato Simão Jatene (PSDB) aparece na frente na corrida pelo Governo do Estado, segundo a primeira pesquisa Ibope de intenção de voto no Pará. Na avaliação estimulada, o tucano aparece com 43% das intenções de voto, contra 33% da adversária Ana Júlia Carepa (PT).
Em terceiro lugar está Domingos Juvenil (PMDB), com 6%. Os candidatos Fernando Carneiro (PSOL) e Cleber Rabelo (PSTU) aparecem empatados na quarta colocação, com 2% da preferência do eleitorado paraense. Os votos brancos, nulos ou indecisos somam 14%. A margem de erro máxima estimada da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou menos. Isso indica que Jatene pode ter entre 40% e 46% e Ana Júlia, entre 30% e 36%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Liberal. O Ibope ouviu 812 eleitores com mais de 16 anos entre os dias 24 e 26 de agosto nas regiões Nordeste, Baixo Amazonas, Marajó, Sudoeste, Metropolitana e Sudeste do Pará. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Pará, sob o protocolo nº 14954/2010, e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o número 26140/2010.

Entre os pesquisados estavam eleitores com grau de escolaridade até a 4ª série do ensino fundamental; 5ª a 8ª do ensino fundamental; ensino médio e superior. Participaram pessoas de ambos os sexos, com renda de até um salário mínimo; entre um e dois salários mínimos; e superior a dois salários mínimos.

No caso da pesquisa espontânea, em que não são apresentados ao entrevistado os nomes dos candidatos, Simão Jatene conta com 29% das intenções de votos, contra 18% de Ana Júlia. O candidato Domingos Juvenil tem 4% e os demais têm 1% da preferência entre os paraenses. Os votos brancos, nulos ou indecisos totalizam 47%. Se contabilizados apenas os votos válidos, o candidato tucano seria eleito no primeiro turno, com 51% das intenções de votos, contra 38% da candidata petista.

A pesquisa feita pelo Ibope mostra ainda o índice de rejeição dos candidatos. Um total de 41% dos pesquisados apontou que não votaria em Ana Júlia de jeito nenhum. No caso de Simão Jatene, 21% reprovam o candidato. Já Domingos Juvenil possui uma rejeição de 14%, seguida de 11% para Cleber Rabelo e 10% para Fernando Carneiro.

Segundo o Ibope, a maior rejeição de Ana Júlia foi registrada em Belém (47%). Da mesma forma, ocorre com o cadidato tucano, que é menos cotado entre os eleitores da capital paraense, com 26% de rejeição.

O levantamento foi feito através do modelo de amostragem, utilizando conglomerados em três estágios. No primeiro deles, os municípios foram selecionados probabilisticamente através do método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho), com base na população de votantes de cada município. Já no segundo estágio são selecionados os conglomerados com PPT sistemática, conforme a população de 16 anos ou mais, residentes nos setores. Por último, em cada conglomerado foi selecionado um número fixo de eleitores.

Presidência - A pesquisa Ibope também avaliou a opinião dos eleitores paraenses em relação à Presidência da República. No Pará, a presidenciável Dilma Rousseff (PT) detém 52% das intenções de voto, contra 31% de José Serra (PSDB). A candidata Marina Silva (PV) está em terceiro, com 9% da preferência. Zé Maria (PSTU) foi apontado por 1% dos eleitores do Estado. Os candidatos Eymael (PSDC), Ivan Pinheiro (PCB), Plínio de Arruda (PSOL) e Rui Pimenta (PCO) não foram indicados. Os votos brancos, nulos ou indecisos totalizaram 6% entre o eleitorado paraense.

Os números do Ibope mostram que 79% dos eleitores de Ana Júlia devem também votar em Dilma, assim como 40% dos eleitores de Simão Jatene querem ver a candidata petista na Presidência da República. No caso de José Serra, 14% dos eleitores de Ana Júlia e 49% dos eleitores de Jatene preferem o presidenciável tucano. A candidata Marina Silva detém 4% dos eleitores da candidata

quinta-feira, agosto 12, 2010

Não tivemos escolha, nem como evitar
Não dependeu de nós...

Estava escrito nos céus que assim seria
O Anjo do Senhor te levaria
Em seus braços aos braços do Pai.

Foram dezenove anos com voce
Crendo, sonhando, acreditando, esperando em Deus
Buscando, lutando, não desistindo
Pelo seu melhor, pela sua sobrevivência
Numa insistência incomum.

E voce conosco, feliz, sorrindo àtoa
De bem com a vida, cantando, adorando a Deus
Batendo palmas quando podia, mexendo o corpo
Quando só isso era possível fazer
Fazendo percussão na boca
Quando as mãos já não podia mover
Um louvor que seguramente subia ao trono do Pai.

Sem dizer voce sempre nos dizia :
"Com Jesus a minha vida é alegria
Até porque eu sei, não dou daqui"
E que verdades voce nos passava
Ser grato quando a vida te privava
De tantas coisas como ir e vir.

Sutilmente, sem alarde, sem falácias
Do seu jeitinho a vida nos mostrava
Valores que insistíamos em não vê
Como ser grato a Deus em meio a noite
Glorificá-lo até pelos açoites
Buscando o incompreensível compreender.

Seu exemplo de vida e fé é tão marcante
Voce um adorador em todo instante
Um incansável e firme lutador
Enquanto há tantos que andam, se movem
Correm, falam, gritam, vão e vem
Mas o que voce tinha eles não tem
Oferecer a Deus o seu melhor

Voce, meu filho, soube cantar na adversidade
Soube achar força na fragilidade
Soube nos alegrar sem ficar triste
Soube lutar com a morte até o fim
Como um forte, um guerreiro, um vencedor
Até o momento em que Deus disse : "Basta !
Chega, Filipe. Agora, venha descansar em mim" !

quinta-feira, agosto 05, 2010

Pastor já era. Agora é "Arcanjo" !
Não faz muito tempo e algumas igrejas ditas evangélicas e movimentos neopentecostais, insatisfeitos com os títulos dos seus líderes, instituíram “Bispos”. Era como se o título de pastor ficasse pequeno nesses nesses tão exaltados homens.

A insatisfação deles não se deu por vencida, e inventaram, então, os “Apóstolos”. Bonito nome. Lembra-nos homens de Deus como Pedro, Paulo e outros não menos importantes na história da igreja primitiva.

As duas invenções foram ficando pequenas, obsoletas, ai, inventaram em São Paulo – uma igreja instituiu “Sacerdotes”. Uma outra igreja - mais parece competição e até piada de mal gosto isto, criou o seu “Patriarca”. Patriarca Fernando, Patriarca Severino, este um sujeito desengonçado e sem nenhum dote ministerial. Pra falar a verdade, nenhum jeito sequer de cristão.

A última que me chegou ao conhecimento, é o caso de um ministério no Estado de Minas Gerais, cujo pastor oferece um tal curso de pastor disponível a qualquer pessoa de qualquer credo ou crença. Nem precisa ser cristão, basta pagar e ele manda pelos correios a carteira inicial de :

 Pastor
 Bispo
 Apóstolo
 Sacerdote
 Patriarca, ou,

dependendo do valor do dinheiro enviado, “Arcanjo”. Isto mesmo. O curso oferece carteira que vai de “pastor a arcanjo”. É ou não é, o fim dos tempos ?


MINHA OPINIÃO.....ESSES CIDADÕES SÃO OS QUE A BIBLIA OS RECONHECE COMO AMANTES DE SI MESMO....!!!DEUS OS JULGARÁ.
PR ASNAN OLIVEIRA .......DIA 18 DE JULHO ASSUMIU A RESPONSABILIDADE PASTORAL DA IGREJA EVANGELICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM LIGAÇÃO DISTRITO DE DOM ELIZEU,NO SUL DO PARA.COM DEDICAÇÃO E MUITA CERTEZA DA BENÇÃO DE DEUS ESTAMOS TRABALHANDO.!!!!!!!!!DIA 08 DE AGOSTO PRIMEIRA FESTA EM CONCREN 2,.

CONFERENCIA DE MISSÕES EM SANTARÉM- UMA IGREJA COM MARCAS DE VITÓRIA.MISSIONARIA.!!!!

COODENADOR E SECRETARIO DE MISSÕES PR LEVI MONTEIRO.

Vem aí a nossa grande conferência de Missões 2010
Esta conferência irá mudar a sua vida e de sua Igreja.
Não perca!
Data: 12 à 14 de Agosto 2010.
Preletor: Pr. David Botelho e equipe da Missões Horizontes.

"Esse é o nosso tempo e a nossa história está sendo escrita agora"!

PR PRESIDENTE JAIME PIRES. VAI SER UMA BENÇÃO....!!!!!
IGREJA PREBITERIANA DIZ QUE UNIVERSAL E MUNDIAL SÃO SEITAS.

E ai o que vale isso? Quem é a Prebiteriana pra falar alguma coisa.?Que muda .Nada.!!!Então minha opinião é que a Seita Prebiteriana cuida dos seus,Parabéns a Universal e Mundial pelo lindo e Abençoado trabalho feito as nações.é só.Tenho mais o que fazer.

quarta-feira, agosto 04, 2010




O VERDADEIRO MOTIVO DA SAIDA DE SILAS MALAFAIA.

PROCURAREI FALA SIMPLES POIS GOSTO DA VIDA DE FORMA SIMPLES.POIS BEM. O ATUAL PRESIDENTE DA CGADB,TEM AGORA 2 ANOS DE MANDATO E COM CERTEZA VAI A REELEIÇÃO.AI VC CONTA 06 (SEIS)....SILAS 60 DE IDADE. O ATUAL PRESIDENTE TEM A MAQUINA "CPAD...E CARGOS" E 4 FILHOS QUE A EXEMPLO DA MADUREIRA EM QUE OS FERREIRAS ADOTARAM COMO DELES FARÁ O MESMO COLOCANDO OU TENTADO COLOCAR UM DOS FILHOS.AI O MEU AMIGO SILAS QUE NÃO E BOBO EM NADA,POR ISSO QUE É AMIGO DO JARBES,OLHOU E VIU COMO EU JA VI E FAZ TEMPO QUE NÃO TEM VAGAR A NÃO SER SE PREPARAR O FILHOS MALAFAIAZINHO.DE FATO E DE VERDADE É ISSO,ESSE NEGOCIO DE DINHEIRO ISSO É CONVERSAR ESSE CIDADÃO FALAR UMA VEZ EM JESUS E O RESTO É PEDINDO DINHEIRO.VÁ TRABALHAR MEU AMIGO.OUTROSSIM COM CERTEZA OS CONVENCIONAIS VÃO SENTIR UMA FALTA TERRIVEL DESSE QUE JÁ ERA PRA TER SAIDO A MUITO TEMPO É SÓ LE O SALMO 1,NÃO PERMANECERA.E DISSE QUE NÃO SAIU É MENTIRA,POIS A VERDADEIRA E ORIGINAL "ASSEMBLEIA DE DEUS" AS JEZABEIS DA VIDA NÃO FICAM NELA TAMBEM.BOA VIAGEM.HA ISSO AQUI É SO PRA PENSAR A MAIORIA das esposas DOS PASTORES QUE MANDAM NO MARIDO FAZEM E PINTAM O QUE QUEREM.DEUS TENHAR MISERICORDIA DE TODOS.MUITA PAZ.essa é a verdade verdadeira

terça-feira, agosto 03, 2010

Convenção Geral da AD no Brasil, esclarece desligamento do Pr Silas Malafaia e do Tessoureiro !
NOTA DE ESCLARECIMENTO

AOS MEMBROS DA CONVENÇÃO GERAL DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS NO BRASIL - CGADB

A MESA DIRETORA DA CONVENÇÃO GERAL DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS NO BRASIL - CGADB tendo tomado conhecimento que circulam na internet as comunicações de renúncias dos 1º Vice-Presidente e 1º Tesoureiro, pastor Silas Lima Malafaia e pastor Antonio Silva Santana, respectivamente, nas quais os ilustres e eminentes servos de Deus expõem a esta Mesa Diretora as razões motivadoras de suas renúncias, por amor à verdade e para dirimir eventuais dúvidas quanto à integridade e lisura dos signatários na condução dos interesses sociais da nossa veneranda CGADB, esta cumprindo o seu dever espiritual, moral, estatutário e legal de defender a instituição e ao seu órgão diretivo na forma do estatuto social em vigor, vem ao público prestar os seguintes esclarecimentos, por amor a verdade e respeito às consciências daqueles que pugnam por uma conduta séria, honrada e espiritual, como convém a todos que servem na seara do Senhor Jesus:

1) Na notificação firmada pelo ilustre pastor Silas Lima Malafaia, foi comunicado a sua renúncia ao cargo de 1º vice-presidente da CGADB, eleito que foi na última Assembléia Geral Ordinária em Vitória-ES, em abril de 2009, como também o seu desligamento do quadro de membros.

Evidentemente que poderia ter ocorrido a renúncia sem o desligamento, pois a primeira não era dependente da segunda.

Os motivos apontados na precitada comunicação não são atuais, pois, como ele próprio diz, “Tais denúncias, por oportunidade da última Convenção da CGADB, restaram integralmente comprovadas em trabalho realizado por comissão formada para esse fim, cujo relatório só foi aprovado com as ressalvas e obrigações de apresentar balancetes”.

Esta Mesa Diretora já se manifestou anteriormente por nota de esclarecimento similar a presente, publicada no “Mensageiro da Paz”, nº 1.490, de julho/2009, por ocasião de manifestação televisiva de outro convencional.

2) Conforme disposição contida no artigo 44, III, do estatuto social em vigor, o atendimento das exigências da precitada comissão especial a que se referiu o renunciante não era, como não é, de todo o órgão diretivo, mas do 1º tesoureiro, como a seguir transcrito:

“Art. 44. Compete ao 1º Tesoureiro:

III – elaborar o relatório financeiro e apresentá-lo trimestralmente ao Conselho Fiscal e bienalmente à Assembléia Geral Ordinária;”

Portanto, trata-se de competência legal individual específica, cabendo àquele que foi eleito para o cargo, ter consigo a consciência da atribuição que lhe é conferida pela norma estatutária;

3) Quanto à renúncia do 1º Tesoureiro, o honrado servo de Deus pastor Antonio Silva Santana, foi alegado, dentre outros motivos para a sua renúncia, que:

a) “só tomei posse em 29 de julho de 2009”;

b) “só a partir desta data é que fui tomando conhecimento da real situação fiscal e financeira da CGADB;

c) “a cada dia fica impossível o levantamento de toda a documentação contábil, fiscal e bancária, uma vez que não foi atendida à solicitação do Conselho Fiscal da CGADB lavrado em 12 de março de 2010 solicitando uma auditoria nas contas do mandato anterior a 2009”;


4) Confrontando-as, a Mesa Diretora esclarece:

a) o ilustre renunciante não tomou posse na data por ele alegada, pois, ela ocorreu juntamente com os demais eleitos no dia 25 de abril de 2009, conforme o termo por ele assinado, passando a ser de fato e de direito o 1º tesoureiro da CGADB a partir de então. Se o tesoureiro anterior não lhe repassou as informações inerentes ao exercício do mandato anterior, o fato fica restrito aos dois e não a todo o órgão diretivo;

b) na condição de eleito e empossado, passou a ser de sua exclusiva competência solucionar as pendências existentes, podendo, inclusive, ter solicitado a cooperação do Conselho Fiscal para proceder aos levantamentos necessários para o perfeito esclarecimento dos fatos, o que não aconteceu;

c) atendendo a solicitação do ilustre renunciante, a presidência autorizou-lhe contratar todos os funcionários necessários ao perfeito desempenho das tarefas da tesouraria, tendo ele contratado com vínculo empregatício apenas um assessor, que não residia na sede da CGADB, e substituído duas funcionárias para as tarefas subalternas;

d) na reunião da Mesa Diretora realizada em 12 de março de 2010, em cuja data o Conselho Fiscal apresentou o pedido de realização de auditoria referido pelo renunciante em sua notificação, foi decidido que uma comissão especial procederia todos os levantamentos necessários junto a Tesouraria, controladoria, prestadores de serviços, bancos, etc, para esclarecer os fatos e apontar as soluções adequadas, para que fossem atendidas as recomendações contidas no relatório da comissão especial da Assembléia Geral ordinária realizada em Vitória-ES.

Após os exaustivos trabalhos desenvolvidos pela precitada comissão especial, o qual contou com a participação pessoal do renunciante, foi elaborado um relatório apontando os fatos que impediram a apresentação dos balanços dos exercícios de 2007 e 2008, e as medidas corretivas necessárias ao atendimento das exigências legais;

e) no mesmo relatório, a comissão especial relata que muitos dos cheques emitidos pela CGADB e devolvidos pelas instituições bancárias sacadas, foram em razão de convenções afiliadas e alguns convencionais terem pago as anuidades e inscrições de membros para participarem da Assembléia Geral em Vitória-ES em até dez parcelas, e os respectivos boletos bancários e cheques por elas emitidos, não terem sido honrados pelos emitentes, o que contribuiu para que os cheques emitidos para pagamentos com as receitas oriundas das anuidades e inscrições não terem sido cobertos;

f) a comissão especial também conseguiu, através do profissional que presta serviços na área de informática, unificar e uniformizar os dados utilizados pela Secretaria Geral e Tesouraria, resgatar as informações financeiras e documentação que permitissem a elaboração dos balanços acima referidos pelo contador, resgatar os cheques devolvidos que estavam em poder de terceiros e proceder as baixas junto aos bancos sacados com baixa nos órgãos de créditos, o que está contribuindo para normalização do funcionamento da tesouraria e controladoria da CGADB.

Resta claro, portanto, que as motivações para as renúncias, embora pareçam similares, são distintas, pois, enquanto o pastor Silas Lima Malafaia usou fatos já ultrapassados, abordados e decididos pela Assembléia Geral em Vitória-ES, o pastor Antonio Silva Santana não teve as iniciativas que lhe cabiam tomar para solucionar as dificuldades herdadas de gestões anteriores a sua, por ter assumido o cargo que traz consigo os encargos atribuídos pelo estatuto social, dentre outros, o de apresentar os relatórios financeiros e contábeis.



Considerações Finais



Para finalizar a presente NOTA, e ainda objetivando tratar a questão: “dificuldades financeiras” enfrentadas pela Convenção Geral, os esclarecimentos adicionais se fazem necessários:

- A Convenção Geral, sendo uma associação de ministros do evangelho, não de igrejas, conta como únicas fontes de receitas as anuidades de seus membros, os repasses efetuados pela CPAD, e, por ocasião da Assembléia Geral, as taxas de inscrições.

- É de amplo conhecimento que, na prática, grande maioria dos pastores cadastrados regulariza suas anuidades somente nos períodos que antecedem a Assembléia Geral.

- Se anexarmos um extrato/planilha referente ao pagamento de anuidades, facilmente será constatado que o último aporte substancial foi no período que antecedeu a AGO em Vitória/ES, mês de abril/2009.

- Trata-se de um hábito, pagar as anuidades somente às vésperas das Assembléias Gerais.

- Todavia, a Convenção Geral, para dar o devido atendimento diário em sua sede nacional, no Rio de Janeiro-RJ, mantém um prédio de quatro (4) andares em funcionamento, com quadro de funcionários, Secretária Geral, Tesouraria, todos devidamente registrados e assalariados.

- Toda a infra-estrutura e custeio para a realização da Assembléia Geral são integralmente pagos pela CGADB. As três últimas RIO/2005 – SÃO PAULO/2007 – VITÓRIA/2009 – e, também as duas últimas Extraordinárias FLORIANÓPOLIS/SC e PORTO ALEGRE/RS, acarretaram para a CGADB despesas elevadíssimas, haja vista a logística para receber os pastores de todo o Brasil.

O número de participantes, cada vez maior, sendo: 4.000 no Rio; 10.000 em São Paulo, 17.000 em Vitória (2.500 em Florianópolis e 4.500 em Porto Alegre).

- Todos nós sabemos o quanto custa promover e reunir, por prazo de uma semana, contingente de tal magnitude. Façam seus cálculos.

- Analisem ainda, juntamente conosco, o seguinte:

Para dar cumprimento aos seus objetivos sociais a Convenção Geral, por intermédio da Mesa Diretora, realiza simpósios, seminários, reuniões, assembléia geral nas diversas regiões do País, ocasião em que os ocupantes de cargos em Conselhos/Comissões são convocados.

Todos exercem suas atribuições estatutárias sem qualquer remuneração, contando apenas com o reembolso de despesas relativas à hospedagem, alimentação e passagens aéreas.

- É cada vez maior o número de reuniões dos órgãos diretivos da CGADB. Os membros residem nas mais longínquas cidades. Contabilizem.

- Não é estranho, no âmbito da CGADB, a existência de parceiras de viagens e hospedagens em reuniões maiores, sendo natural que, tais empresas, na condição de prestadoras de serviços façam jus aos acréscimos legais em situação de demora no pagamento por serviços efetivamente prestados.

- Enquanto outras associações de grande porte, sem identificarmos a sigla, exige de seus associados pagamentos mensais de R$ 90,00 (mensalidade: R$ 50,00 + Publicações/Boletins: R$ 45,00), nós pastores esperamos a cada dois anos para desembolsarmos R$ 120,00.

Lamentavelmente, inúmeros pagamentos de anuidades e inscrições para Assembléias Gerais, efetuados em cheques, não foram honrados.

- Ora, senhores pastores, uma entidade que aufere receitas mais significativas somente por ocasião da Assembléia Geral, não dispondo de outros meios para alavancar recursos; uma entidade que direciona os valores das inscrições em Assembléias para custeio do evento; uma entidade que pacientemente aguarda os períodos pré-convencionais para “cobrar” seus associados; uma entidade que vê a cada ano, crescer o número de participantes em Assembléia Geral acarretando custos elevadíssimos, não é de se admirar, de causar espanto, surpresa, que tal entidade esteja padecendo dificuldades financeiras.

- Com os argumentos fáticos ora expostos, o que pretendemos é afastar as qualificações de “DESMANDOS, DESCALABRO, CONIVÊNCIA”, referidas em uma das notificações supracitadas. Segundo o Dicionário Aurélio, da Língua Portuguesa, “DESMANDO: é ato ou efeito de desmandar. Desobediência. Excesso. Abuso. DESCALABRO: Grande dano ou perda. Ruína. DESMANDAR: Mandar o contrário de (o que se tinha mandado). Transgredir ordens.

- Pedimos aos Pastores do Brasil, que analisem a vida pessoal e o ministério de cada um de nós, diretores da Convenção Geral; que reflitam sobre os vários anos de pastorado; que, avaliem que pesem os vários anos a serviço da Convenção Geral, sem qualquer apego material ou financeiro, sem qualquer remuneração, pois entendemos que o trabalho feito junto a nossa instituição também faz parte da chamada e da vocação ministerial; e, nos respondam, se por nossos feitos, merecemos ser “rotulados” com os adjetivos de desobedientes, transgressores de ordens, abusadores, causadores de dano, destruidores. Acreditamos que não.

Finalmente, a Mesa Diretora lamenta profundamente os afastamentos dos ilustres e honrados companheiros renunciantes, nada podendo fazer, em respeito aos mesmos, senão a de acatar as decisões pessoais de ambos, e adotar as providências estatutárias para as substituições, mediante a convocação de assembléia geral extraordinária para deliberar quanto às mesmas, e encaminhar ao Conselho Fiscal os balanços já elaborados para apreciação e parecer do Conselho Fiscal, e encaminhamento ao conhecimento de todos os membros da nossa CGADB.

Na certeza de terem sido os esclarecimentos necessários, permanecemos orando a Deus para que as suas bênçãos continuem sendo derramadas nas vidas e ministérios dos ilustres servos de Deus renunciantes, ao tempo que manifestamos sincera gratidão pelo empenho de ambos para o progresso de nossa instituição.

Natal, RN, 5 de junho de 2010

Pr. Jose Wellington Bezerra da Costa

Presidente
_________________________________________
TENTANDO FUGIR DOS EXTREMOS
Extremo a: o programa do culto inclui doze hinos e a mensagem somente pode durar 15 minutos. Extremo b: o programa inclui apenas 2 curtos corinhos e a mensagem duas horas. A Igreja precisa louvar!

Extremo a: o pregador itinerante exige hotel de seis estrelas, toalhas de griffe e come todos os chocolates que encontra no apartamento; extremo b: a Igreja reserva um apartamento em um hotel de 2 estrelas apagadas, e ninguém se lembra de verificar se existe ar-condicionado funcionando.

Extremo a: o itinerante requer dez mil reais para atender um compromisso de duas noites e prega duas mensagens que o Brasil inteiro já conhece; extremo b: o itinerante deixa o líder que o convidou para lhe dar o que Deus tocar, e ele lhe dá uma oferta de 400 reais, depois que o pregador ficou horas a buscando e recebendo uma nova e reveladora mensagem do Céu.

Extremo a: o pastor é sisudo e evita se aproximar das ovelhas, a fim de “não perder a autoridade”; extremo b: o pastor conta piadas a toda hora para os seus auxiliares e ninguém lhe dá o menor respeito.

Extremo a: o pastor recolhe duas ofertas a cada culto, sempre depois de fervorosos mini-sermões; extremo b: com medo de ser censurado, o pastor nunca fala de ofertas e a tesouraria não tem dinheiro sequer para comprar o pão da Ceia.

Extremo a: o pastor se veste extravagante e luxuosamente diante das ovelhas de uma congregação onde todos não vão além do salário-mínimo e se sentem insultadas; extremo b: para parecer “santo” ou “espiritual” o dirigente vai para o culto com roupas amassadas e puídas, e o espírito de prosperidade foge da congregação.

Extremo a: o pastor deseja formar obreiros novos e passa 3 meses sem pregar. Extremo b: o pastor prega muito bem e não dá qualquer oportunidade para futuros e prováveis obreiros, pelo que perde todos os vocacionados, que vão embora.

Extremo a: O pastor quer que a Igreja seja alimentada abundante e diversificadamente, pelo que durante os 52 meses do ano ele convida 50 pregadores de fora. Extremo b: o pastor tem receio de perder o posto, então passa dois anos sem convidar um só para visitá-lo e abençoar a igreja.

Extremo a: o pastor tem um grande amor a sua família e sai com ela 3 vezes por ano, em um mês de férias cada vez. Extremo b: o pastor é apaixonado pela Igreja e sai com sua família de cinco em cinco anos.

Extremo a: o pastor precisa de unção, então nunca lê jornais, etc e vive totalmente distanciado do que passa no mundo ao seu redor. Extremo b: o pastor quer se manter atualizado e passa 7 horas por dia diante da TV, dos jornais, do rádio e da Internet.

Extremo a: com medo de ser contaminado com vírus do meio político o pastor se nega terminantemente a tudo, e até mesmo a dar um palavra sábia de orientação sobre os candidatos, etc. Extremo b: o pastor vira um cabo eleitoral e na época de eleições transforma o púlpito sagrado em plataforma de comícios.

Para evitar que Josué se comprometesse com os extremos, o Senhor lhe disse: “Não te desvies: nem para a direita, nem para a esquerda”.

segunda-feira, agosto 02, 2010




Esse Cidadão merece o seu voto e o meu voto.Pelo Trabalho,por sua lutar por causa Nobres como por exemplo a luta pela Vida.Zequinha uma voz a serviço dos Homens de Bem dessa terra.